Federação Paulista de Volleyball

FPV

Finasa e Cimed/Macaé jogam pelos primeiros lugares

06 fev 2007

Osasco (SP) – Duas equipes embaladas, que vivem uma grande fase, estão jogando bem e buscam os primeiros lugares da Superliga Feminina de Vôlei de 2006/2007. Este é o cenário do jogo entre Finasa e Cimed/Macaé, nesta quarta-feira, às 20 horas, no Ginásio Professor José Liberatti, em Osasco, em partida valida pela quinta rodada do segundo turno da competição.

O Finasa, segundo colocado na tabela, venceu seus três últimos jogos e vai atrás da quarta vitória consecutiva, resultado que praticamente garante a vice-liderança ao final da fase da classificação. Já a Cimed, que ocupa a terceira colocação, alcançou resultados positivos nos últimos cinco compromissos, e ainda tem possibilidades de subir na tabela.

“Com certeza esperamos muitas dificuldades nesta partida, já que a Cimed vem fazendo um belo segundo turno. É um jogo importante, com as duas equipes procurando uma melhor colocação para os playoffs”, lembra Jefferson Arosti, assistente técnico do Finasa.

Satisfeita com os últimos resultados obtidos, a comissão técnica do Finasa espera ver o mesmo desempenho diante da equipe fluminense. “Do nosso lado, vamos dar continuidade à busca diária por evolução. Nas duas últimas partidas conseguimos diminuir o número de erros tanto de ataque como de saque, e esperamos manter esse padrão”, completa Arosti.

Os dois conjuntos se viram em três oportunidades na atual temporada, sendo duas pela Salonpas Cup e uma pela Superliga. No primeiro turno, em Macáe, o time dirigido por Luizomar de Moura venceu apenas no tie-break, equilíbrio que poderá se repetir nesta quarta-feira em Osasco.

Elogiada pelas companheiras devido à distribuição de bola nas últimas partidas, a levantadora Fabiana Berto acredita que a Cimed virá com uma estratégia semelhante à do São Caetano, forçando bastante o saque. “É normal que, contra equipes que tem um potencial de ataque como o Finasa tem, o adversário venha tentando quebrar o nosso passe”, comenta a levantadora.

A jogadora diz que o time está cada vez mais entrosado, fruto do treinamento diário, e que o resultado pode ser visto dentro de quadra. “As nossas estratégias têm sido muito bem traçada. E mesmo quando o adversário saca bem, complicando o passe, como fez o São Caetano, a comissão técnica tem encontrado soluções para sair dessas situações adversas”, explica a levantadora.

A opinião é compartilhada pela meio-de-rede Carol Gattaz, que enxerga nesses momentos difíceis um sinal do amadurecimento do conjunto. “Somos conscientes de que há muito a corrigir, e estamos trabalhando para isso, mas é muito bom ver o time crescendo nesta fase decisiva do campeonato”, avalia a atleta.

Ela diz que neste jogo o Finasa deve ter especial atenção com a meio-de-rede Danielle Scott, segunda maior pontuadora da competição, atrás apenas de Paula Pequeno. “No primeiro turno, em Macaé, ela faz um grande jogo, e é uma das jogadoras mais acionadas pela Carol Albuquerque”, lembra a meio-de-rede, fazendo referência a levantadora da equipe adversária.

O Finasa deve entrar em quadra com a mesma formação das últimas partidas, com a levantadora Fabiana Berto, as centrais Valeskinha e Carol Gattaz, as ponteiras Paula Pequeno e Natália, a capitã Elisangela e a líbero Arlene. Após enfrentar o Macaé, o Finasa joga diante do Vôlei Futuro no sábado, novamente no Liberatti, às 17 horas.

Fonte: ZDL

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560