Federação Paulista de Volleyball

FPV

Zé Roberto convoca equipe para o Grand Prix

26 abr 2010

 


 


Fonte: CBV


 


Jogadoras começarão a treinar na próxima segunda-feira (03.05), no Aryzão, em Saquarema (RJ)


 


 


Rio de Janeiro (RJ) – A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) divulgou nesta segunda-feira (26.04) a lista de atletas convocadas para a seleção brasileira feminina adulta. O técnico José Roberto Guimarães convocou 16 jogadoras para começar os treinamentos na próxima segunda-feira (03.05) no Aryzão, Centro de Desenvolvimento do Voleibol, em Saquarema (RJ). O grupo treinará visando à disputa do Grand Prix, que será disputado entre os dias 06 e 29 de agosto.


 


As convocadas foram: as levantadoras Ana Tiemi (Sollys/Osasco), Dani Lins (Unilever) e Fabíola (Pinheiros/Mackenzie); as centrais Adenízia (Sollys/Osasco), Carol Gattaz (Unilever), Fabiana (Unilever) e Thaisa (Sollys/Osasco); as ponteiras Jaqueline (Sollys/Osasco), Mari (Blausiegel/São Caetano), Paula Pequeno (Zarechie Odintsovo/Rússia) e Sassá (Sollys/Osasco); as opostos Joycinha (Unilever), Natália (Sollys/Osasco) e Sheilla (Blausiegel/São Caetano) e as líberos Camila Brait (Sollys/Osasco) e Fabi (Unilever).


 


Atual campeão da Superliga, o Sollys/Osasco (SP) foi a equipe que mais atletas cedeu à seleção. Sete no total. Vice-campeã da edição 09/10 da competição, a Unilever teve cinco jogadoras relacionadas, enquanto a Blausiegel/São Caetano (SP), duas e o Pinheiros/Mackenzie (SP), uma. Das convocadas, apenas uma joga no exterior. É a ponteira Paula Pequeno, que atua no voleibol russo.


 


Zé Roberto opta por treinar mais


 


Em 2009, a seleção brasileira disputou sete competições internacionais e ganhou seis. Foram 45 partidas realizadas e 43 vitórias. Para esta temporada, o técnico Zé Roberto optou por jogar menos e treinar mais. O Grand Prix e o Campeonato Mundial serão as duas principais competições da equipe. Como preparação, a equipe fará amistosos em território brasileiro.


 


“Pretendemos dar continuidade ao trabalho que começamos no ano passado. Depois da conquista do ouro olímpico, novas jogadoras chegaram. Temos um time ainda jovem que precisa ganhar experiência internacional a cada ano. E isso virá com o tempo. Esse ano, optamos por treinar mais. Na temporada passada, jogamos sete competições. Agora, nossa intenção é jogar ao máximo no Brasil e nos prepararmos bem para o Grand Prix e para o Mundial, as duas principais competições que teremos pela frente”, avaliou Zé Roberto.


 


Sobre o Mundial, Zé Roberto acredita que o Brasil está entre os times que podem chegar à decisão. “Será um ano de treinamentos intensos. Vamos em busca do título do Mundial e sabemos que somos uma das equipes que tem condições de brigar por essa conquista. Vai ser trabalhoso e precisamos continuar evoluindo”, disse o treinador.


 


Amistosos antes do Grand Prix


 


Antes da disputa do Grand Prix, a seleção fará duas séries de jogos amistosos em território nacional. A primeira será contra o Japão, em junho, e a segunda, em julho, contra a Alemanha.


 


O Brasil é o maior vencedor da história do Grand Prix, com nove títulos conquistados. A seleção brasileira começará a luta por mais um título em casa. Entre os dias 6 e 8 de agosto, a equipe enfrentará China Taipei, Japão e Itália, no ginásio Milton Olaio Filho, em São Carlos, cidade a 233 km da capital paulista.


 


Na segunda semana do Grand Prix, em Macau, entre os dias 13 e 15 de agosto, o Brasil enfrentará República Dominicana, Holanda e China. De lá, a seleção brasileira seguirá para China Taipei, onde jogará contra Porto Rico, Polônia e a equipe da casa, de 20 a 22 de agosto. A fase final será disputada na semana seguinte, entre os dias 25 e 29, na cidade chinesa de Ningbo, onde as cincos seleções mais bem colocadas na fase classificatória e mais a China (que sedia a etapa final) disputarão o título.


 


Depois do Brasil, a Rússia é o país com mais títulos no Grand Prix. São três vitórias (97/99/02). Cuba e Estados Unidos ganharam em duas oportunidades cada. As cubanas foram vitoriosas em 93 e 2000. Já as norte-americanas ganharam em 95 e 2001. China e Holanda foram campeãs uma vez, respectivamente, em 2003 e 2007.


 


Campeonato Mundial é a principal competição do ano


 


Depois do Grand Prix, a seleção brasileira irá preparar-se para a disputa do Campeonato Mundial 2010. O Brasil tentará o inédito título. Em 2006, ficou com a medalha de prata, ao perder para a Rússia na decisão. O Mundial será disputado no Japão entre os dias 29 de outubro e 14 de novembro.


 


SELEÇÃO BRASILEIRA FEMININA


 


Levantadoras


Ana Tiemi (Sollys/Osasco)


Dani Lins (Unilever)


Fabíola (Pinheiros/Mackenzie)


 


Meios-de-rede


Adenízia (Sollys/Osasco)


Carol Gattaz (Unilever)


Fabiana Claudino (Unilever)


Thaisa (Sollys/Osasco)


 


Ponteiras


Jaqueline (Sollys/Osasco)


Mari (Blausiegel/São Caetano)


Paula Pequeno (Zarechie Odintsovo – Rússia)


Sassá (Sollys/Osasco)


 


Opostos


Joycinha (Unilever)


Natália (Sollys/Osasco)


Sheilla (Blausiegel/São Caetano)


 


Líberos


Camila Brait (Sollys/Osasco)


Fabi (Unilever)

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560