Federação Paulista de Volleyball

FPV

WIZARD/SUZANO TENTA EMPATAR COM O TELEMIG CELULAR/MINAS

23 mar 2005

Suzano (SP) – Depois de perder a primeira partida da série melhor de cinco jogos das semifinais da Superliga masculina 04/05, o Wizard/Suzano (SP) contará com o apoio da torcida para tentar empatar o playoff diante do Telemig Celular/Minas (MG), que venceu por 3 sets a 1 o primeiro duelo, em Belo Horizonte. O segundo confronto agitará a quadra do ginásio Paulo Portela, em Suzano (SP), nesta quinta-feira (24.03), a partir das 20h30, com transmissão ao vivo do canal Sportv.

Além disso, a equipe paulista terá de quebrar um tabu. Nesta Superliga, enfrentou o Telemig Celular/Minas três vezes e perdeu todas. Na primeira fase classificatória, vitória mineira, em Suzano, por 3 sets a 2. Na segunda fase, mais uma vitória pelo mesmo placar, só que desta vez em Belo Horizonte. Na última rodada, no primeiro jogo das semifinais, mais uma vitória do time mineiro em casa: 3 sets a 1.

Mesmo assim, o técnico do Telemig Celular/Minas, Marcos Miranda, não vê estas vitórias como uma grande vantagem. “Vencemos dois jogos na fase de classificação e este momento é totalmente diferente. Os quatro times semifinalistas estão imbuídos pela vaga na final. Agora é que o campeonato vale mesmo”, diz Marcão.

O treinador sabe da dificuldade que terá pela frente. “Será um dos jogos mais difíceis desta Superliga. O Wizard/Suzano tem a equipe mais experiente deste campeonato. Três campeões olímpicos (André Nascimento, Rodrigão e Douglas Chiarotti), um jogador que está acostumado a jogar na seleção brasileira, que é o Murilo, e ainda tem o Dentinho e o Rafa, que estão acostumado a decisões”, ressalta.

A vitória no primeiro duelo anima Marcão, mas o deixa em alerta. “Felizmente, conseguimos um bom resultado no primeiro jogo. Isso é bom e vamos mostrar determinação para buscar outra vitória. Do outro lado, o Wizard/Suzano sabe que não pode perder e entrará com a maior determinação possível. Além disso, terá o apoio da torcida que sempre lota o ginásio, que é pequeno, e faz muita pressão. Mas vamos acreditando que podemos vencer. Já ganhamos uma lá, por que não outra?”, avalia o treinador.

Do outro lado, motivação também é o que não falta. Apesar de a sua equipe ter sido derrotada no primeiro duelo, o técnico do Wizard/Suzano, Ricardo Navajas, sabe que nada está resolvido e que, até a definição do finalista, muita coisa pode acontecer. “Sabemos que esta série é uma melhor de cinco e está apenas começando. Mas vencer o primeiro jogo realmente dá uma boa vantagem ao Telemig Celular/Minas, mas não decide nada”, diz Navajas.

No entanto, o treinador está consciente de que a equipe tem de melhorar o seu nível técnico de jogo. “Precisamos reverter esta situação e, em casa, empatar esta série. Na primeira partida, jogamos muito mal, abaixo do esperado. Temos de melhorar os fundamentos nos quais fomos mal. Ou seja: todos. Porque se o bloqueio está bem, a defesa melhora e assim vai”, admite Navajas.

Sobre o adversário, Navajas é somente elogios. “O time do Telemig Celular/Minas é muito competitivo. É bem treinado e está num ritmo forte. O segredo deles é o entrosamento e a regularidade”, completa.

QUEM LEVARÁ A MELHOR? O MAIOR PONTUADOR OU O MELHOR BLOQUEADOR?

Um duelo à parte promete esquentar ainda mais a partida entre Wizard/Suzano e Telemig Celular/Minas. De um lado, o maior pontuador da Superliga até o momento, o oposto do time paulista e campeão olímpico André Nascimento, que já marcou 404 pontos (351 de ataque, 28 de bloqueio e 25 de saque). Do outro, estará o meio-de-rede da equipe mineira, Rogério, o mais eficiente no bloqueio até o momento, com 28,49% de aproveitamento. Conseguirá Rogério parar os ataques de André ou André passará pelo bloqueio mineiro?

Rogério quer deixa o duelo de lado e apostar na coletividade de sua equipe. “Prefiro deixar este individualismo de fora. Nosso grupo está bem nesta Superliga porque tem um conjunto muito bom. Se eu estou em primeiro no bloqueio é porque o time todo está bem”, diz Rogério, para depois deixar escapar a sua verdadeira vontade. “Se der para parar os ataques do Canha (apelido do canhoto André Nascimento) será muito bom”, completa.

Sobre a partida, Rogério acredita que não faltará emoção. “Vai ser pressão dos dois lados. Mas a pressão maior está do lado deles, que jogarão em casa e precisam da vitória. Enquanto isso, nós queremos ganhar para podermos fechar a série em casa”, ressalta.

O campeão olímpico André Nascimento também prefere se concentrar no duelo entre os times. “Temos de passar por eles agora para mantermos o nosso objetivo que é chegar à final. O Telemig Celular/Minas está muito bem estruturado. E não só o Rogério, que é o maior bloqueador, mas toda equipe está embalada, jogando certinho. Apesar disso, sabemos que temos condições de vencer”, diz o oposto.

Sobre o confronto do maior pontuador contra o melhor bloqueador, André espera que a força de seus ataques prevaleça. “Tenho que dar um jeito para passar pelo bloqueio deles. Precisamos acelerar as bolas para tentar conseguir furá-los. Aliás, tentar, não, temos que passar”, finaliza André.

EQUIPES

WIZARD/SUZANO – O técnico Ricardo Navajas só definirá a equipe momentos antes da partida. No último jogo começou com: Rafa, André Nascimento, Murilo, Dentinho, Rodrigão e Douglas Chiarotti. Líbero: Paulinho.

TELEMIG CELULAR/MINAS – Marlon, Samuel, Roberto Minuzzi, Ezinho, Jardel e Rogério. Líbero: Serginho. Técnico: Marcos Miranda

Fonte: CBV

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560