Federação Paulista de Volleyball

FPV

Vôlei Futuro vence Pinheiros/Mackenzie e empata a série

29 mar 2010

 


Terceiro e decisivo jogo será na próxima quarta-feira, no ginásio Henrique Villaboin, em São Paulo, às 19h


Fonte: CBV


 


RIO DE JANEIRO, 28/03/2010 – O Vôlei Futuro (SP) surpreendeu o Pinheiros/Mackenzie (SP) neste DOMINGO (28.03) e empatou a série melhor-de-três das quartas-de-final da Superliga Feminina de vôlei 09/10. Depois de perder o primeiro set, a equipe de Araçatuba esboçou uma reação espetacular e venceu o jogo por 3 sets a 1, parciais de 20/25, 26/24, 25/16 e 25/22, em 2h04 de jogo, no ginásio Plácido Rocha, em Araçatuba (SP).


Com o resultado, a vaga nas semifinais será definida na próxima QUARTA-FEIRA (31.03). O terceiro e decisivo confronto acontecerá no ginásio Henrique Villaboin, em São Paulo, a partir das 19h. No primeiro jogo da série, em São Paulo, o Pinheiros/Mackenzie venceu por 3 sets a 0.


Neneca é o nome do jogo


No primeiro set, ela não estava bem em quadra. No segundo, a oposto Neneca foi uma das responsáveis pela virada do Vôlei Futuro. No final da partida, a atacante marcou 17 pontos e foi a segunda maior pontuadora da partida. A primeira foi a ponteira dominicana Mambru, com 20 acertos, 19 deles no ataque.


“Hoje deu tudo certo. Foi um jogo difícil, mas entramos determinadas em quadra. Lá em São Paulo também temos condições de vencer. Vamos para lá para fazer a mesma coisa que fizemos aqui”, destacou a jogadora.


Capitã do Vôlei Futuro, a levantadora Ana Cristina apontou a alegria como a peça-chave da vitória. “Esta foi a segunda vez que o Pinheiros perdeu aqui dentro da nossa casa. No primeiro confronto dessa série, em São Paulo, até jogamos bem, mas no final de cada set desconcentrávamos. Precisamos manter o ritmo durante todo o jogo, como foi hoje a partir da final do segundo set. A garra é a principal característica da nossa equipe. Hoje, a comissão técnica nos pediu para jogarmos com alegria e não desistir nunca. E foi isso que fizemos em quadra”, analisou Ana Cristina.


Paulo Coco lamenta erros da arbitragem


Após a derrota, o técnico do Pinheiros/Mackenzie Paulo Coco lamentou o resultado e questionou a arbitragem na marcação de uma bola no segundo set. “Coincidentemente, caímos de produção depois daquela bola duvidosa que a arbitragem marcou. Perdemos a cabeça e diminuímos o nosso ritmo. Mas perdemos por nossa culpa, deixamos o jogo fugir do nosso controle”, avaliou o treinador, que ainda está confiante na classificação para as semifinais.


“Sabíamos que essa série seria difícil. O Vôlei Futuro cresce aqui em Araçatuba, com o apoio da torcida. A Neneca cresceu no jogo e fez a diferença. Vamos para São Paulo decidir o confronto em casa”, completou Paulo Coco.


As ponteiras Juliana Costa e Fernanda Garay foram os destaques do Pinheiros/Mackenzie, com 16 acertos cada.


Unilever, Blausiegel/São Caetano e Sollys/Osasco estão a uma vitória das semifinais


Nesta SEGUNDA-FEIRA (29.03), três equipes podem garantir vaga nas semifinais. Às 19h30, dois jogos. Em Uberlândia, o Praia Clube/Banana Boat (MG) receberá o Sollys/Osasco (SP). Só a vitória interessa para a equipe mineira que perdeu o primeiro duelo por 3 sets a 1, em Osasco (SP). No Rio de Janeiro, no Maracanãzinho, a Unilever precisa de mais uma vitória diante da Cativa/Oppnus (SC) para passar às semifinais. No primeiro confronto, vitória carioca por 3 sets a 0.


Às 21h, em Belo Horizonte, a Usiminas/Minas (MG) duelará com a Blausiegel/São Caetano (SP). A equipe mineira precisa vencer para continuar com chances de passar para as semifinais. No primeiro confronto, vitória paulista, em São Caetano do Sul (SP), por 3 sets a 1. A partida será transmitida ao vivo pelo canal Sportv.


O jogo


No primeiro set, o Pinheiros/Mackenzie não teve dificuldades para vencer. A oposto Lia foi o destaque com sete pontos. A equipe paulista ditou o ritmo do jogo e fechou em 25/20.


Na segunda parcial, o time da capital paulista chegou a ter o set-point (24/23), mas, numa reação espetacular, o Vôlei Futuro virou e marcou 26/24. Destaque para a atacante dominicana Mambru, eficiente no saque e no ataque.


A vitória no segundo set motivou o time de Araçatuba, que começou a terceira parcial de forma arrasadora. O time do Pinheiros/Mackenzie se desajustou em quadra e cometeu muitos erros. Do início ao fim da parcial, as donas da casa dominaram e marcaram 25/16, virando a partida em sets. A oposto Neneca foi o nome do set. A canhota foi eficiente no ataque e nos contra-ataques e inflamou a torcida com sua comemoração a cada ponto.


O Pinheiros/Mackenzie não conseguiu readquirir a confiança e a concentração do primeiro set. Enquanto o Vôlei Futuro continuou eficiente. As atacantes Mambru e Neneca lideraram a equipe de Araçatuba, que marcou 25/22 e selou a vitória.


EQUIPES


VÔLEI FUTURO – Ana Cristina, Neneca, Mambru, Vivi, Juliana Saracuza e Dani Vieira. Líbero – Stephany


Entraram – Jacqueline, Jordane, Daniela e Josi Rodriguez.


Técnico – William Carvalho


PINHEIROS/MACKENZIE – Fabíola, Lia, Ju Costa, Fernanda Garay, Bárbara e Lígia. Líbero – Verê.


Entraram – Thaís, Lígia, Roberta e Cibele.


Técnico – Paulo Coco


 

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560