Federação Paulista de Volleyball

FPV

Vôlei Futuro surpreende Pinheiros/Sky em Araçatuba

22 jan 2010

 


 


Fonte: CBV


 


Impulsionados pelos 3.681 torcedores que lotaram o ginásio Plácido Rocha, donos da casa vencem o time liderado pelo campeão olímpico Rodrigão


 


Rio de Janeiro (RJ) – O ginásio Plácido Rocha, em Araçatuba (SP), virou um verdadeiro caldeirão nesta quinta-feira (21.01). O jovem time do Vôlei Futuro (SP) não se intimidou com o experiente elenco do Pinheiros/Sky (SP) e venceu a quinta partida na Superliga Masculina de vôlei 09/10. A equipe do interior paulista ganhou por 3 sets a 1, parciais de 25/22, 21/25, 25/22, e 25/20, em 1h49 de jogo. O confronto abriu a 13ª rodada do turno da competição.


 


O destaque da partida foi o oposto Ansis, do Vôlei Futuro. O jogador da Letônia, que disputa pela primeira vez a Superliga, marcou 20 pontos – 19 deles no ataque – e foi o maior pontuador do confronto. Pelo Pinheiros/Sky, o também oposto Léo marcou 18 vezes.


 


O Pinheiros/Sky jogou desfalcado de dois dos seus três campeões olímpicos. O ponteiro Giba continua se recuperando de uma tendinite, enquanto o meio-de-rede Gustavo, com dores na região lombar, foi poupado e começou no banco de reservas.


 


Técnico do Vôlei Futuro pede pés no chão


 


Após o ponto final, os donos da casa comemoram muito a vitória. Um dos destaques da partida foi o levantador Leandro, reserva do Vôlei Futuro Leandro, que assumiu a condição de titular no terceiro set, e ajudou a mudar a história do confronto.


“Entrei para realmente mudar o jogo. Essa vitória veio num momento bom. Todos os jogadores estão de parabéns. Além, é claro, da nossa torcida que nos apoio o tempo inteiro”, festejou o jogador.


 


O treinador do Vôlei Futuro, Cesar Douglas Silva, festejou o resultado, mas lembrou que é preciso manter os pés no chão. “Essa vitória foi muito trabalhada. É a oportunidade de melhorar a nossa colocação na Superliga. Conseguimos ter um equilíbrio na saída de jogo e fizemos uma leitura bem detalhada da distribuição de bola do Marcelinho, o que nos facilitou a tocar nas bolas e gerar contra-ataques. Agora, temos que, primeiro, ter os pés no chão. Precisamos tirar proveito do que foi positivo nessa vitória. Mas já amanhã temos que voltar a trabalhar e nos preparar para o jogo de sábado”, alertou o treinador.


 


O próximo adversário do Vôlei Futuro será outro time candidato ao título da Superliga. No SÁBADO (23.01), a equipe de Araçatuba duelará com o Sesi/SP, às 14h, no ginásio Plácido Rocha. A partida terá transmissão ao vivo do canal Sportv.


O Pinheiros/Sky voltará à quadra também no SÁBADO (23.01). O time terá pela frente o Lupo/Náutico/Let´s (SP). O confronto será às 13h, no ginásio Gigantão, em Araraquara (SP). A TV Bandeirantes transmitirá a partida ao vivo.


 


O jogo


 


Empurrado pela torcida, o Vôlei Futuro começou bem o primeiro set e chegou à primeira parada técnica à frente (8/7). Destaque para o bom trabalho de marcação do bloqueio do time de Araçatuba. Mas o Pinheiros/Sky recuperou-se rapidamente. O levantador Marcelinho insistiu nas jogadas de primeiro tempo, principalmente com o central Aureliano. A equipe da capital virou e, na segunda parada técnica, já estava à frente (16/15). O jogo ficou equilibrado. Depois de alguns erros de recepção do Pinheiros/Sky, o Vôlei Futuro voltou a comandar o marcador (21/19), e chegou ao set-point (24/21). No ataque rápido do central Luizinho, o Vôlei Futuro fechou em 25/22


 


No segundo set, o Vôlei Futuro saiu à frente, mas o Pinheiros/Sky, rapidamente tomou a dianteira do placar. Depois do saque de Dirceu e do bloqueio de Rodrigão, o time da capital paulista marcou (7/5). O Vôlei Futuro caiu de rendimento e não conseguiu superar o volume de jogo do adversário. Mais experiente, o Pinheiros/Sky administrou a vantagem e empatou a partida em sets ao marcar 25/21, no ataque do campeão olímpico Rodrigão.


 


O Pinheiros/Sky voltou com o mesmo ritmo para a terceira parcial e chegou a ter três pontos de vantagem (9/6). Mas o Vôlei Futuro não desanimou e buscou a virada. Com quatro pontos consecutivos – dois no bloqueio e dois no contra-ataque -, os donos da casa viraram o placar para 15/12. A torcida, que lotou o ginásio, se inflamou e não parou de incentivar o time da casa. Os destaques da equipe de Araçatuba foram o ponteiro Mineiro e o oposto Ansis. No ataque para fora do ponteiro Dirce, o Vôlei Futuro marcou 25/22 e voltou a liderar o placar.


 


No quarto set, o central Gustavo começou jogando como titular no Pinheiros/Sky. Mas a presença do campeão olímpico não assustou o jovem time do Vôlei Futuro, que atuou motivado e abriu 11/8. Mas a equipe da capital voltou a reagir, não entregou o jogo. Na segunda parada técnica, a vantagem dos donos da casa era de dois pontos (16/14). Nervoso em quadra, o Pinheiros/Sky voltou a cometer erros e ajudou a equipe adversária. No erro de saque do levantador Joel, o Vôlei Futuro marcou 25/20 e selou a vitória.


 


Cebola lamenta erros


 


O treinador do Pinheiros/Sky lamentou a quarta derrota do time na Superliga. Carlos Alberto Villar Castanheira, o Cebola, destacou que os erros foram cruciais para o resultado.


 


“Erramos em alguns fundamentos, o principal deles foi o ataque. Colocamos o time deles para o jogo e dentro da casa deles. Cometemos erros bobos de passe e de comunicação e eles entraram na partida. No segundo set, revertemos o marcado, mas voltarmos a ter desatenção no terceiro set. Tomamos cinco pontos com o passe na mão devido à qualidade de bloqueio e de defesa dos adversários”, avaliou Cebola.


 


O treinador ainda lamentou a perda do ponteiro cubano Roca durante a partida. “Ele sentiu o ombro e não estava conseguindo jogar. Por isso, precisei colocar o Pablo, um jovem garoto”, disse.


 


EQUIPES


VÔLEI FUTURO – Gelinski, Ansis, Rodrigo, Mineiro, Robson e Luizinho. Líbero – Daniel. Entraram – Urso, Victor, Leandro e Diego. Técnico – Cezar Douglas Silva


 


PINHEIROS/SKY – Marcelinho, Léo, Dirceu, Roca, Aureliano e Rodrigão. Líbero. Entraram – Joel, Gustavo, Kleist e Pablo. Técnico – Carlos Alverto Villar Castanheira, o Cebola


 

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560