Federação Paulista de Volleyball

FPV

Vivo/Minas e Ulbra/Suzano buscam lugar na decisão do turno

18 nov 2008

 


 


 


Fonte: CBV


 


Rio de Janeiro – A Cimed/Brasil Telecom (SC) já está na decisão do primeiro turno da Superliga Masculina de Vôlei 08/09, prevista para sábado (22.11). Vivo/Minas (MG), Ulbra Suzano Massageol (SP) e Santander/Banespa (SP). O segundo time que lutará pelo título simbólico do primeiro turno será conhecido nesta quarta-feira (19.11) no encerramento da quinta rodada. O Vivo/Minas terá pela frente a Ulbra Suzano Massageol, na Arena Vivo, em Belo Horizonte, a partir das 20h. Se vencer, a equipe mineira estará garantida na decisão. Já para o time paulista só a vitória por 3 sets a 0 dá o direito de jogar a final.


 


O Santander/São Bernardo é a outra equipe que tem chances. O time de São Bernardo do Campo (SP) precisa vencer a partida contra o Vôlei Futuro (SP), por 3 sets a 0, e torcer por uma derrota do Vivo/Minas. Caso a equipe mineira perca por 3 seta 1, o time paulista fica com a vaga. Se a derrota for por 3 sets a 2, a decisão será no saldo de sets. Santander/São Bernardo e Vôlei Futuro se enfrentam também nesta quarta-feira (19.11), às 19h30, no ginásio Waldemar Lopes, na cidade de Jales, interior paulista.


 


Outros dois jogos completam a rodada. O Bento Vôlei (RS) recebe o Lupo/Náutico/Let´s (SP), às 20h30, no ginásio Municipal em Bento Gonçalves, em partida válida pelo grupo A. Em Vitória, pela chave B, no ginásio Jones Neves, o Álvares/Vitória jogará contra o GAC Logistics/Santo André (SP), às 19h30.


 


A Ulbra Suzano Massageol chega a quinta partida com três vitórias (Vôlei Futuro-SP, Álvares/Vitória-ES e GAC Logistics/Santo André-SP). O time paulista tem somente uma derrota. Foi na estréia: 3 sets a 0 contra o Santander/São Bernardo. Já o Vivo/Minas está invicto para este confronto, com quatro vitórias sobre Álvares/Vitória, GAC Logistics/Santo André, Vôlei Futuro e Santander/São Bernardo.


 


Do outro lado


 


O técnico do Vivo/Minas, Mauro Grasso, terá três jogadores bem conhecidos do outro lado de quadra. Depois de jogar as temporadas 04/05, 05/06, 06/07 – quando foi campeão – e 07/08, o central Jardel retornou à Ulbra – equipe que defendeu na Superliga 02/03. Outro conhecido é o também meio-de-rede Alberto que defendeu as cores mineiras em cinco temporadas e soma quatro títulos da competição (99/00, 00/01, 00/02 e 06/07).


 


Quem jogará contra seu ex-time é também o ponteiro Roberto Minuzzi. Depois de uma temporada no voleibol grego, o atacante voltou para a Ulbra Suzano Massageol, time que defendeu nas temporadas 01/02, 02/03 (campeão) e 03/04. No entanto, a última equipe defendida no Brasil foi o Vivo/Minas. Minuzzi jogou três Superligas pela equipe de Belo Horizonte (04/05, 05/06 e 06/07), sendo campeão na última.


 


Os três estavam juntos na última conquista da Superliga pelo Vivo/Minas, na temporada 06/07. Além disso, o trio também participou da conquista do título mundial juvenil masculino, defendendo as cores da seleção brasileira, em 2001, na Polônia.


 


O meio-de-rede não esconde a ansiedade para a partida. “Jogamos lá e conhecemos bem o time do Minas. Inclusive, alguns torcedores já entraram em contato conosco pela internet e estão felizes porque irão nos rever. Por conhecermos bem a estrutura do adversário, sabemos das reais dificuldades de vencê-los na Arena. E temos que ganhar por 3 sets a 0, o que será mais difícil ainda. Mas acreditamos na força do nosso grupo”, diz Jardel, que na última segunda-feira (17.11) conquistou o título dos Jogos Aberto do Interior de São Paulo.


 


O central lembra que os atletas das equipes já se conhecem bastante, o que dificultará ainda mais o confronto. “Na questão de conhecimento tático do adversário, estamos empatados. Ao mesmo tempo em que eu, Alberto e Minuzzi podemos ajudar, do outro lado tem o Mauro Grasso que conhece bem nossa forma de jogar”, completa Jardel.


 


E após as quatro primeiras rodadas, os três jogadores se destacam nas estatísticas oficiais da Superliga. Roberto Minuzzi é o segundo mais bem posicionado no ataque, com 44,26% de eficiência, atrás somente do companheiro de equipe Kaio (54,93%). No bloqueio, Alberto é o líder (33,33%) e, no saque, Jardel é o primeiro colocado (16,67%).


 


Mauro Grasso conhece a base paulista


 


Se os jogadores conhecem a estrutura do Vivo/Minas, o técnico da equipe mineira, Mauro Grasso, conhece todos os jogadores. Foi com eles, que o treinador conquistou o último título da Superliga, na temporada 06/07. “Isso é bastante positivo. Conheço a forma de jogar de cada um. Mas eles também me conhecem e se esforçarem um pouquinho vão se lembrar das minhas instruções durante as partidas”, diz Mauro Grasso, lembrando ainda que o levantador Vinhedo foi campeão da Superliga 04/05, quando o treinador comandou o Banespa/Mastercard (SP).


 


E, sobre a Ulbra Suzano Massageol, Mauro Grasso destaca a homogeneidade da equipe. “O time é muito ajustado. O Bob e o Minuzzi dão qualidade no passe, assim como o Jeffe. O Kaio, apesar de jovem, está tendo a oportunidade de jogar e está bem’, destaca Mauro Grasso, que conta outro objetivo da equipe: “Além da classificação para a final, se ganharmos por 3 sets a 0 e com uma boa diferença de pontos nos set, temos a chance de levar a decisão para Belo Horizonte”.


 


A partida será a reedição da final do Campeonato Paulista. No playoff melhor de três, a Ulbra Suzano Massageol foi campeã. Depois de perder a primeira por 3 sets a 0, o time de Suzano ganhou as outras duas por 3 a 0 e 3 a 2.


 


Santander/São Bernardo preocupado em fazer a sua parte


 


Apesar de o Vôlei Futuro não ter chances de classificação para a decisão, Roberley Leonaldo, o Rubinho, técnico do Santander/São Bernardo, sabe que encontrará dificuldades. “Temos que fazer a nossa parte. Ou seja: vencer por 3 sets a 0. Sabemos que será uma partida equilibrada. Se a vaga para a final vier, será ótimo. Temos chances reais porque a partida entre Vivo/Minas e Ulbra Suzano Massageol tem tudo para ser equilibrada”, prevê Rubinho.


 


Este ano, as equipes se enfrentaram três vezes. As duas primeiras no Campeonato Paulista. Vitórias do Santander/São Bernardo por 3 sets a 1 e 3 a 2. No último sábado (15.11), as equipes se enfrentaram pelos Jogos Abertos do Interior de São Paulo e o time de São Bernardo do Campo levou a melhor por 3 sets a 0.


 


Rubinho destaca os principais pontos do adversário. “É um time no qual todos os 12 atletas atuam. Eles estão sempre se revezando e trocam a toda hora os levantadores e os ponteiros. Não podemos perder o foco durante o confronto. O Vôlei Futuro é um time que incomoda. Prova disso, foram as vitórias deles no Paulista sobre o Vivo/Minas e a Ulbra Suzano Massageol”, completa Rubinho.


 


EQUIPES


 


VIVO/MINAS – Rafinha, André Nascimento, Wanderson, Ezinho, André Heller e Henrique. Líbero – Serginho. Técnico: Mauro Grasso


 


ULBRA SUZANO MASSAGEOL – Vinhedo, Kaio, Robinson, Minuzzi, Jardel e Alberto. Líbero – Jeffe. Técnico: Chico dos Santos


 

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560