Federação Paulista de Volleyball

FPV

UMC/FLEX PÉ APRESENTA ELENCO PARA O PAULISTA

03 ago 2005

Mogi das Cruzes (SP) – A equipe de vôlei feminino UMC/Flex Pé foi apresentada oficialmente na manhã desta quarta-feira (3) no Centro Cultural da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Com a presença do prefeito Junji Abe, do secretário de Esportes e Lazer de Mogi, Fernando Soraggi, e de diversas autoridades ligadas à comunidade e ao esporte, as meninas do elenco entraram no salão acompanhadas das crianças do Lar Batista, instituição que está inserida no projeto social “Inclusão Social pelo esporte”, desenvolvido pela UMC e que também atende crianças do Grupo de Apoio de Inclusão aos Autistas. Eles têm aulas de judô e atletismo e agora passaram a ter atividades ligadas ao vôlei.

Projeto este muito elogiado por todos que foram ao evento. “Esta idéia é excelente. Se pudéssemos fazer isto em todos os esportes seria muito importante e toda a comunidade sairia ganhando”, disse o prefeito Junji Abe. Ele salientou a importância do esporte no crescimento e na cidadania das crianças e ressaltou o vice-campeonato que Mogi obteve no 49º Jogos Regionais de Caraguatatuba. “A cidade ganha com o trabalho porque é uma aposta no desenvolvimento esportivo. De repente descobre-se um talento que futuramente dará muitas alegrias à cidade”, disse. “Gostaria de lembrar aos presentes que estamos trabalhando para melhorar o esporte em Mogi. Os primeiros resultados já apareceram com a conquista do vice-campeonato e agora a meta é buscar São José dos Campos na primeira colocação”, completou.

Para o vice-reitor da UMC, Luiz Fernando Giassi Nassri, a inclusão social é o principal passo hoje para melhorar o futuro e desenvolvimento da comunidade. “Baseado em recentes pesquisas, estamos contribuindo para que crianças possam ter a oportunidade única de ter ações esportivas que melhorem a qualidade de vida de alguma maneira”, destacou.

O trabalho pioneiro de um time de ponta – no caso o vôlei feminino – na participação do projeto social da universidade também recebeu elogios de Renato Dávila, diretor de competições nacionais da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV). “Este trabalho merece destaque porque ajuda e muito no desenvolvimento destas crianças, seja na área educacional, esportiva ou até na saúde. Temos o projeto Viva Vôlei na Confederação Brasileira e atendemos cerca de 1.600 crianças em mais de 50 centros em todo o Brasil. Portanto, todo o projeto social que leva o esporte, seja este de resultados ou não, às crianças carentes, merece destaque. A universidade está de parabéns por esta iniciativa”, frisou Dávila.

EQUIPE

O elenco da equipe UMC/Flex Pé apresentada nesta quarta-feira estará intensificando os treinos para a disputa da Divisão Especial do Campeonato Paulista de Vôlei Feminino – 2005 e para a Liga Nacional, que dá vaga na Superliga Feminina 2005/06.
O técnico Antônio Martins Filhos, o Índio, terá uma árdua missão: recompor o time que conquistou o título dos 49º Jogos Regionais de Caraguatatuba. “Conquistamos a medalha de ouro e perdemos alguns atletas para a Europa. Chegaram outras e estamos recompondo este time. Ainda não estamos com o entrosamento ideal, mas com os treinos, isto pode ser adquirido”, explicou o treinador, ressaltando que o time mogiano estréia no estadual no dia 16 diante do São Caetano, no ABC. “O objetivo é ficar entre os três primeiros neste Paulista”, concluiu o treinador.

A meio-de-rede Lílian concorda com o treinador: “Vamos ter que nos entrosar ao longo da competição. Apesar de estarmos juntas agora, acredito que não teremos dificuldades para que o grupo fique forte para a disputa do Paulista”, destacou a atleta, que elogiou a iniciativa da UMC em associar o time de vôlei ao projeto de Inclusão Social pelo Esporte”. “É um trabalho muito gratificante. Tenho certeza que será uma satisfação pessoal muito grande para todas as meninas”, definiu a atleta.

Fonte: Sportpress Comunicação

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560