Federação Paulista de Volleyball

FPV

São Caetano/Tamoyo e Unisul/Nexxera jogam no ABCD

06 mar 2007

São Caetano do Sul(SP)- São Caetano/Tamoyo (SP) e Unisul/Nexxera (SC) fazem o único jogo desta quarta-feira(07.03) pela 11ª rodada da segunda fase classificatória da Superliga masculina de vôlei 06/07. A partida, que começará às 21h30, no ginásio Lauro Gomes, em São Caetano do Sul (SP), terá transmissão ao vivo do canal Sportv.

Após 23 jogos disputados, a Unisul/Nexxera ocupa a quarta colocação com 16 vitórias, enquanto o São Caetano/Tamoyo acumula sete resultados positivos e terminou a última rodada em 11º lugar. No duelo válido pela primeira fase classificatória, o time catarinense venceu, de virada, por 3 sets a 1 (22/25, 25/14, 25/19 e 25/22), contando com atuação destacada do oposto Gabriel, que recebeu na ocasião o Troféu VivaVôlei de melhor jogador em quadra.

“Temos de respeitar o São Caetano/Tamoyo, que tem um poder de ataque forte. Precisamos neutralizar os atacantes deles, armando bem o bloqueio e a defesa. Na primeira fase classificatória, perdemos o primeiro set, pois não mantivemos um padrão de jogo. Nossa equipe oscilou bastante e o adversário sacou muito bem, dificultando nosso passe. Depois, o levantador Vinhedo passou a jogar mais com o Gabriel, que foi eleito o melhor jogador em quadra”, explica o técnico Nutti, da Unisul/Nexxera, invicto há seis seis jogos na competição.

E o levantamento, por sinal, é o fundamento mais eficiente da Unisul/Nexxera, que lidera esse ranking na Superliga, com 35,19% de aproveitamento.

“O Vinhedo deve iniciar como titular. Mas o Leandro tem se tornado uma excelente opção e pretendo utilizá-lo mais durante os jogos. Quanto mais atletas eu puder utilizar, mais confiança eles ganharão. Na última rodada, em que conseguimos virar o jogo contra o Vôlei Futuro (vitória por 3 sets a 2), o Leandro esteve muito bem. Tenho uma dúvida na posição de oposto, já que dois jogadores atravessam grande fase: Dirceu e Jacke. Isso mostra que o conjunto está crescendo”, revela Nutti.

Dois titulares do São Caetano/Tamoyo têm 35 anos. Um deles é o levantador Hermison, que está lesionado na panturrilha e é o desfalque para o jogo contra a Unisul/Nexxera. O outro é o atacante carioca Gilvam, campeão mundial pela seleção brasileira infanto-juvenil em 1989, ao lado de jogadores como Marcelo Negrão e Pinha.

Natural do Rio de Janeiro (RJ), Gilvam começou a jogar voleibol na categoria pré-mirim do Bradesco, aos 13 anos. Ele conhece bem o levantador da Unisul/Nexxera, Leandro, com quem atuou na época do Banespa (SP).

“A Unisul/Nexxera tem bons jogadores e já atuei ao lado de alguns, dentre eles o Leandro, com quem joguei durante um ano pelo Banespa. O técnico Nutti tem muitas opções dentro do grupo. Mas estamos confiantes e desta vez temos de fazer valer o fator casa. Vamos perder um pouco de velocidade no passe com a ausência do Hermison (1,70m), mas ficaremos com o bloqueio mais alto com a entrada do Daniel, que tem 1,92m de altura”, diz Gilvam, que atuou durante sete anos em Portugal, onde conquistou a Top Teams Cup, em 2001, pelo Sporting Clube de Espinho.

E o bloqueio é o fundamento no qual o São Caetano/Tamoyo conta com um meio-de-rede entre os mais eficientes da competição: Rodolpho, em sétimo lugar na estatística, com 19,79% de eficiência. Outro destaque da equipe é o atacante Bruno, que foi o maior pontuador em quadra na derrota de SÁBADO (03.03), no tie-break, para o Bento Vôlei, com 27 acertos.

Gilvam, que trocou o voleibol português pela equipe do ABC Paulista em agosto, já havia trabalhado durante três meses com o técnico Tonico no São Paulo F.C. (SP), em 99. O atacante explica que decidiu voltar ao Brasil para ficar mais perto da família.

“O que fez com que eu ficasse vários anos em Portugal foi a segurança. Ou seja, viver com a minha esposa e o meu filho (hoje com 3 anos de idade) sem se preocupar com a violência. Até que começou a bater a saudade da família e quis ficar ao lado do meu pai (Djalme), que estava doente e faleceu há cinco meses”, revela Gilvam, cujo irmão (Gilberto Silva) também é jogador de voleibol e está atuando em Portugal há oito anos.

EQUIPES

SÃO CAETANO/TAMOYO – Daniel, Bruno, Gilvam, Baroni, Rodolpho e Paulão. Líbero : Bigo. Técnico : Tonico.

UNISUL/NEXXERA – Vinhedo, Dirceu, Thiago Alves, Thiago Sens, Henrique e André. Líbero : Mário Jr. Técnico : Nutti.

Fonte: CBV

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560