Federação Paulista de Volleyball

FPV

São Caetano/Mon Bijou assume vice-liderança da Superliga

24 jan 2007

São Paulo – Pelo menos até o complemento da rodada de abertura do returno, o São Caetano/Mon Bijou é o novo vice-líder da Superliga Feminina de Vôlei. Nesta terça-feira, na quadra do adversário, a equipe do técnico Antonio Rizola derrotou o Pinheiros-Blue Life por 3 a 2 (21/25, 26/24, 25/23, 26/28 e 17/15) e ultrapassou o Finasa-Osasco, que enfrenta o Fiat-Minas amanhã em Belo Horizonte. A sexta vitória na competição foi a terceira de virada do time do ABC, que chegou aos mesmos 14 pontos do Rexona-Ades na classificação geral, mas com uma partida a mais e desvantagem no set average.

“Foi uma vitória da superação”, comemorou Rizola. “Tivemos de superar a insegurança que o grupo continua sentindo pela falta de titulares como Ciça e Karin, que estão contundidas, e da própria Dayse, ainda não totalmente recuperada da fissura no tornozelo direito. O time também está oscilando pela sua juventude. Por isso, não posso massacrá-las quando erram, mas ter paciência e conduzi-las com tranqüilidade”, explicou. “Outro ponto positivo é que continuamos com aquela gordurinha sobre nossos rivais mais próximos, como Cimed-Macaé e Fiat-Minas”, lembrou.

O jogo foi intensamente disputado. O Pinheiros-Blue Life começou arrasador e chegou a abrir 11/1 no primeiro set. Falhando em todos os fundamentos e com algumas atletas muito abaixo do nível habitual, o São Caetano-Mon Bijou só cresceu depois das mudanças introduzidas por Rizola. A reação não impediu as donas da casa de fechar a parcial em 25/21.

Os três sets seguintes foram todos parecidos, com a vantagem se alternando de um lado para outro. Mas o São Caetano/Mon Bijou contou com o excelente trabalho da central Paula no bloqueio e nos cortadas violentas e quase sempre certeiras da ponteira Joyce, que aos poucos recupera a melhor forma depois do nascimento do primeiro filho no ano passado. O equilíbrio se manteve até o final. No quarto, depois de fazer 22 a 20 e salvar cinco set points, o São Caetano/Mon Bijou caiu por 28/26. Dramático, o tie-break garantiu mais um importante resultado para o time do ABC rumo a uma das quatro vagas às semifinais.

A levantadora Ana Cristina recebeu o Troféu Viva Vôlei como melhor jogadora na quadra. O destaque ofensivo, no entanto, foi Joyce, que chegou a irritar a torcida local com seus ataques devastadores. “Estou batendo na bola com confiança e graças a Deus ela está caindo. Tenho feito jogos tão bons como este na Superliga”, afirmou. O São Caetano/Mon Bijou volta a atuar sábado, quando recebe o lanterninha Vôlei Futuro. “Esse negócio de favoritismo é só no papel. Vamos ter de confirmar na quadra”, avisou.

A rodada será fechada nesta quarta-feira com mais dois jogos: Vôlei Futuro x Rexona Ades, no Ginásio Plácido Rocha, em Araçatuba, às 20 horas; e Brasil Telecom x Cimed-Macaé, às 20 horas, no Ginásio do Planalto, em Brasília.

As equipes jogaram assim:

Pinheiros-Blue Life: Flávia Lima, Flávinha, Ju, Juliana, Fernanda Berti, Lígia e Kika (líbero). Entraram: Dani e Cida. Técnico: Almyr Souza.

São Caetano/Mon Bijou: Ana Cristina, Dayse, Suelle, Paula, Joyce, Natasha e Nine (líbero). Entraram: Danúbia, Bárbara, Aninha, Camila e Tica. Técnico: Antonio Rizola.

Fonte: MF2

São Caetano/Mon Bijou assume vice-liderança da Superliga

14 dez 2006

São Paulo – O São Caetano/Mon Bijou foi a Araçatuba e conseguiu, sem maiores dificuldades sua segunda vitória na Superliga Feminina. Na noite da última quarta-feira, a equipe do ABC derrotou o Vôlei Futuro por 3 a 0 (25/13, 25/22 e 25/18) e, com a manutenção da invencibilidade no torneio, assumiu a vice-liderança.

“Foi uma vitória importante em uma partida que jogamos muito bem. A maioria dos pontos de nossas adversárias foram originados em erros novos e isso é um ponto que precisamos corrigir”, analisou o técnico Antônio Rizola.

Com 4 pontos, o São Caetano/Mon Bijou está com o mesmo número de pontos de Finasa/Osasco e Rexona/Ades. É superado apenas pelo time do Rio de Janeiro por conta do saldo de pontos, já que as duas equipes não perderam nenhum dos seis sets que disputaram até aqui.

Mas manter esse rito será uma tarefa dura para as meninas comandadas por Rizola. Os dois próximos jogos são verdadeiras pedreiras para o grupo mais jovem da Superliga – com média de idade de 22 anos. Neste sábado, em casa, recebe o Cimed/Macaé e, na última partida de 2006, reedita a decisão do Campeonato Paulista com o Finasa/Osasco.

“Serão compromissos difíceis e, para vencer, temos de manter a mesma pegada que tivemos nos dois primeiros jogos”, finalizou Rizola.

O São Caetano/Mon Bijou integra o programa Mulheres que Fazem o Brasil Brilhar, criado pela Bombril em apoio e reconhecimento ao esporte feminino olímpico nacional. Mais informações no site www.mulheresquebrilham.com.br.

Fonte: MF2

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560