Federação Paulista de Volleyball

FPV

São Caetano/Detur e Pinheiros/Blausiegel decidem vaga

01 abr 2008

Rio de Janeiro – Será conhecida nesta quarta-feira (02.04) a quarta equipe classificada para as semifinais da Superliga feminina de vôlei 07/08. A última vaga está entre São Caetano/Detur (SP) e Pinheiros/Blausiegel (SP), que decidirão a série de melhor de três partidas das quartas-de-final, às 19h30, no ginásio Lauro Gomes, em São Caetano do Sul (SP). O vencedor do duelo terá pela frente o Rexona-Ades (RJ), atual campeão da competição e primeiro colocado na fase classificatória. A outra semifinal colocará frente a frente Finasa/Osasco (SP) e Brasil Telecom (SC).

Na primeira rodada das quartas-de-final, na última quarta-feira (26.03), o São Caetano/Detur abriu a série derrotando o rival por 3 sets a 1 em São Caetano do Sul. O time da capital reagiu na segunda partida e venceu por 3 sets a 0, no último sábado (29.03), no ginásio Henrique Villaboim, em São Paulo.

Na fase classificatória, foram mais dois confrontos e uma vitória para cada lado. Pela quarta rodada do segundo torneio, o São Caetano/Detur superou a equipe da capital por 3 sets a 1, no ginásio Henrique Villaboim. No terceiro torneio, o Pinheiros/Blausigel derrotou a equipe do ABC Paulista pelo mesmo placar, em São Caetano do Sul (SP).

O equilíbrio demonstrado pelos resultados dos duelos entre as equipes aparece também na tabela de classificação da Superliga feminina 07/08. Enquanto o São Caetano/Detur encerrou a fase classificatória da competição em quarto lugar, com 30 pontos, o Pinheiros/Blausiegel foi o quinto colocado, com 27.

Uma das principais armas do São Caetano/Detur na Superliga 07/08 vem sendo a qualidade da recepção da equipe. Com 45,32% de aproveitamento no fundamento, o time do ABC Paulista é o segundo colocado no ranking por equipes. Uma das responsáveis pela boa performance da equipe no passe é a líbero Camila Brait, líder do ranking individual com 55,77%.

Campeã mundial com a Seleção Brasileira Juvenil em 2007, na Tailândia, Camila Brait, de 19 anos e 1,65m, espera uma postura diferente em relação à segunda partida, na qual o Pinheiros/Blausiegel levou a melhor.

“No primeiro jogo fizemos tudo direitinho, seguimos à risca o que o Chicão (treinador) nos passou e deu tudo certo. Inexplicavelmente, entramos desanimadas no segundo jogo e isso acabou fazendo com que elas crescessem. Agora a postura será outra. É um jogo de vida ou morte. São Caetano/Detur e Pinheiros/Blausiegel são equipes de nível técnico parecido e não há favorito”, diz a jogadora.

Camila destaca a importância da recepção para a equipe. “No começo da temporada, treinávamos recepção em tempo integral. A dedicação que tivemos naquele período está dando resultado. Por termos uma equipe baixa, é fundamental jogarmos o tempo todo com a bola na mão da levantadora. Não esperava que eu fosse ter um desempenho tão bom nesta temporada. É a primeira vez que disputo a Superliga como titular. Estes números só me dão motivação para treinar e melhorar ainda mais”, completa.

A equipe do ABC Paulista também se destaca em outros fundamentos, de acordo com as estatísticas oficiais da Superliga feminina 07/08. O São Caetano/Detur é o segundo colocado no ranking de levantamento (19,68%) e o terceiro no saque (4,98%).

Individualmente, os principais destaques são a levantadora Ana Cristina, vice-líder do ranking de levantamento (24,33%); a meio-de-rede Bárbara, terceira colocada no bloqueio (26,94%); e a oposto Clarisse, que ocupa a mesma colocação no saque (6,57%).

O Pinheiros/Blausiegel tem como ponto forte a eficiência de seu ataque. O time da capital paulista é o segundo colocado no ranking por equipes, com 24,32%, e conta com duas jogadoras entre as dez mais bem colocadas no ranking individual: a ponteira Thaís, vice-líder (24,96%), e a oposto Joycinha, em sexto lugar (18,72%).

Campeã mundial juvenil em 2003, Joycinha participou de algumas competições pela Seleção Adulta em 2007, como o Grand Prix e o Sul-Americano. A atacante, terceira maior pontuadora da Superliga feminina 07/08 com 310 acertos, ocupa também o segundo lugar no ranking de saque (8,14%).

“Estivemos muito mal no primeiro jogo das quartas-de-final. No segundo, melhoramos, mas ainda erramos bastante. A tendência é que o time melhore ainda mais nesta terceira partida. Vamos com tudo em busca da vaga, mas não será fácil. O São Caetano/Detur tem uma grande equipe e jogará em casa, então leva certa vantagem. Precisaremos fazer valer a força do nosso conjunto”, analisa a atacante, que não está satisfeita com seu desempenho na Superliga 07/08.

“Ainda posso melhorar bastante. Na minha avaliação, não faço uma boa Superliga. Estou muito bem no ranking de saque, mas ainda tenho errado bastante. Preciso de maior regularidade e ser uma jogadora na qual todos confiem. Nos momentos decisivos, o time tem de saber que pode contar comigo”, acrescenta.

O time da capital paulista é o terceiro colocado na estatística de recepção (43%) e o quarto no bloqueio (20,74%). A meio-de-rede Dani Oliveira é a quinta colocada no ranking individual do fundamento, com 23,33% de eficiência.

EQUIPES

O São Caetano/Detur iniciou a última partida assim: Ana Cristina, Clarisse, Dayse, Joyce, Natasha e Bárbara. Líbero – Camila Brait. Técnico – Jailson Silva, o Chicão

Na última rodada, o Pinheiros/Blausiegel começou com: Dani, Joycinha, Thais, Flavia, Ângela Moraes e Dani Oliveira. Líbero – Arlene. Técnico – Marcos Kwiek.

Fonte: CBV

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560