Federação Paulista de Volleyball

FPV

Santander/SBC monta equipe com talentos saídos da base

03 jun 2008

São Bernardo do Campo (SP) – Mantendo a tradição de 24 anos, o Santander / São Bernardo continua apostando nos talentos formados nas suas categorias de base para montar o seu elenco. Atletas como Michael, Felipe (Urso), Maurício, Gian e André, todos aprovados na peneira, estão confirmados no Santander / São Bernardo para a temporada 2008/2009. O meio-de-rede Michael é um diferencial no cenário esportivo, normalmente tão oscilante, no momento em que se prepara para defender a equipe na décima temporada consecutiva. Ele afirma que a oportunidade de dar início a carreira no vôlei foi marcante.

“Eu vim do interior de São Paulo com 15 anos e com um sonho. Não tinha idéia de como seria, mas foi um passo muito grande na minha vida profissional e social também. O Santander me deu possibilidade de fazer o que eu gosto e estar há 10 anos no mesmo time só me traz coisas boas. As pessoas que trabalham no time são muito responsáveis e, por isso, na equipe adulta, a gente só tem que jogar vôlei. Todo o resto, eles fazem por nós. Esse time virou uma família para mim”, disse Michael, que é de Birigui.

Moradia, bolsa escolar, assistências médica, psicológica e odontológica, alimentação e ajuda de custo formam o suporte oferecido aos atletas no caminho até a equipe adulta. Alguns exemplos que começaram no vôlei através do trabalho de base do Santander / São Bernardo e conquistaram o mundo jogando pela Seleção Brasileira, são os campeões olímpicos Ricardinho, Tande, Gustavo, Marcelo Negrão e Rodrigão, entre tantos outros.

Para o gerente da equipe, José Montanaro, a peneira é uma colaboração para o vôlei do Brasil. “Além de dar oportunidade à garotada, a peneira é uma forma de contribuir para o vôlei de um modo geral e para a nossa equipe adulta, pois não temos que buscar 100% do nosso plantel no mercado. Mantemos os adultos pratas da casa, contratamos alguns poucos do mercado com experiência e mesclamos com os juvenis do Santander que se destacam. Dessa forma, conseguimos uma ótima competitividade e mantemos a filosofia de trabalhar a formação”, explicou.

“No Santander, primeiro vem a formação do homem e depois do atleta. Buscamos os garotos que têm maior aptidão para se tornarem um atleta de alto rendimento e em 90% dos casos esses jovens atletas são bastante humildes. Muitas vezes, ajudam em casa e, alguns deles, depois de um ou dois anos de vôlei conosco, se tornam a maior renda da família. Dessa forma, contribuímos com a sociedade dando oportunidades aos jovens com esse investimento, pois já tivemos casos de atletas que não seguiram no vôlei, mas adquiriram uma profissão através do estudo que proporcionamos” contou Montanaro.

Fonte: Photo&Grafia Comunicação

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560