Federação Paulista de Volleyball

FPV

REXONA-ADES TENTA IMPEDIR QUE FINASA/OSASCO LEVANTE A TAÇA

01 abr 2005

Rio de Janeiro – Rexona-Ades (RJ) e Finasa/Osasco (SP) fazem neste SÁBADO (02.04) o terceiro jogo da melhor de cinco que decide a Superliga feminina de vôlei 04/05. Uma partida que pode ser a última da competição. O Finasa/Osasco vence a série por 2 a 0 e uma vitória garante o tricampeonato para a equipe de José Roberto Guimarães. Mas o Rexona-Ades joga em casa e, no Rio de Janeiro, perdeu apenas uma vez em toda a competição. Promessa de um grande jogo e muita emoção às 12h30, no ginásio do Caio Martins, em Niterói (RJ), com transmissão ao vivo pelo canal Sportv. No domingo, a Rede TV exibirá o VT da partida às 12h.

Para a canhotinha Leila, o mais importante para o Rexona-Ades é manter a postura. “O jogo é de vida ou morte, mas temos de ter tranqüilidade. Cheguei aos últimos treinos com meu melhor sorriso e toda a minha disposição. Foi a melhor maneira de dizer às jogadoras mais jovens que nada está perdido e a equipe tem condições de mudar essa situação”, explica Leila, que ainda tem outros truques para aumentar a motivação. “Peguei no vídeo filmes com mensagens de vitória, como “Gladiador” e “Rocky”. Além disso, conto com o apoio do Emanuel, que trabalhou muito o lado psicológico antes das Olimpíadas e me dá algumas dicas”, explica a oposto, se referindo ao namorado campeão nos Jogos de Atenas-2004 no vôlei de praia.

Bernardinho também usa a expressão “de vida ou morte” para resumir o espírito de sua equipe na partida. “Será uma luta pela sobrevivência. Temos de melhorar de uma forma geral. Precisamos ser constantes e estarmos bem o tempo todo”, analisa. O treinador conta com a regularidade de sua equipe, que lidera as estatísticas de quatro fundamentos: ataque (30,39% de aproveitamento), defesa (43,13%), levantamento (26%) e recepção (51,94%).

No lado do Finasa/Osasco, o destaque vem sendo Mari. Na série decisiva ela vem atuando como oposto (no lugar de Bia, substituída pela ponteira Paula) e nos dois primeiros jogos recebeu o Troféu VivaVôlei por ter sido a melhor jogadora em quadra. “Este terceiro jogo será mais difícil que os dois primeiros. A série vem sendo desgastante, mas fico feliz por ver o Finasa/Osasco jogando com o coração. Os resultados são reflexo disso”, acredita a jogadora, quarta atacante mais eficiente da competição, com 24,41% de aproveitamento.

O técnico José Roberto Guimarães garante que não pensa na possibilidade de este ser o último jogo da Superliga. “Continuamos estruturando o trabalho em uma série completa de cinco jogos. O foco é evitar altos e baixos como os da última partida. Neste momento não existe muito o que fazer, apenas pedirei que as jogadoras se mantenham concentradas durante toda a partida”, explica Zé Roberto.

EQUIPES

REXONA-ADES – Fernanda Venturini, Leila, Sassá, Jaqueline, Kátia e Fabiana. Líbero: Ricarda.Técnico: Bernardinho.

FINASA/OSASCO – Carol, Mari, Érika, Paula, Valeskinha e Carol Gattaz. Líbero: Arlene.Técnico: José Roberto Guimarães.

Fonte: CBV

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560