Federação Paulista de Volleyball

FPV

Rexona-Ades supera Finasa e vence o 3º turno

08 fev 2009

 


 


Fonte: CBV


 


Osasco (SP) – A forte chuva que castigou São Paulo neste sábado (07.02), momentos antes da final do terceiro turno da Superliga Feminina de vôlei 08/09, parecia anunciar que a situação para o Finasa/Osasco (SP), representante do estado no jogo, seria ‘cheia de raios e trovoadas’. Com uma vitória diante do rival, por 3 sets a 0 (25/11, 25/19 e 25/23), o Rexona-Ades (RJ) foi um verdadeiro temporal de água fria sobre os torcedores que, apesar do mau tempo, lotaram o ginásio José Liberatti.


 


Além da atuação implacável, o time carioca contou com a experiência da ponteira Virna, que voltou às quadras no terceiro set da partida e já contribuiu para o título.


 


Com o triunfo no confronto, a equipe comandada pelo técnico Bernardinho acumula os troféus de campeão dos três primeiros turnos da Superliga Feminina 08/09, já que venceu o Minas Tênis Clube (MG) na primeira final e o próprio Finasa/Osasco na segunda.


 


“Erramos menos do que o Finasa/Osasco hoje e fizemos as jogadoras do time deles arriscarem mais. Com essa vantagem, soubemos aproveitar e saímos com a vitória”, diz o técnico Bernardinho.


 


Eleita a melhor em quadra, a levantadora Dani Lins, do Rexona-Ades, ditou o ritmo da sua equipe na vitória deste sábado e explicou o motivo de tanta determinação.


 


“Jogamos com mais raiva hoje. Perdemos o último jogo para o Finasa/Osasco errando muito e hoje sabíamos que não poderíamos cometer as mesmas falhas. Impomos nosso ritmo e corremos mais atrás da bola do que as adversárias”, analisa Dani Lins.


 


Outra que demonstrava muita alegria era a líbero Fabi. Sempre responsável por muita vibração, ela revelou a receita para conseguir essa vitória.


 


“Para conseguir jogar de igual para igual com o Finasa/Osasco, temos que nos doar 100%, durante todo o jogo. Nossas adversárias não fizeram um bom jogo, mas temos muito mérito nessa vitória também. Entramos muito concentradas e querendo muito a vitória. No entanto, ninguém esperava ser como foi”, afirma a líbero campeã olímpica.


 


Do outro lado a frustração era aparente. A sempre sorridente Paula Pequeno não escondia a tristeza por ter perdido a final diante de sua torcida.


 


“É muito bonita a festa que a torcida faz para nosso time. Mas hoje foi um dia horrível para nós. Não tiro o mérito da equipe do Rexona-Ades, que veio e fez um bom jogo, mas não tivemos paciência para buscar um melhor resultado. Acredito que a vontade de ganhar tem sempre que estar presente, só que quando passa do limite, acaba prejudicando. Nosso momento vai chegar ainda. Hoje não era a hora certa”, explica Paula Pequeno.


 


No contraponto dos sentimentos, a também ponteira Regiane, do Rexona-Ades, era só alegria. Após a vitória, ela revelou que a semana foi intensa e com muitos puxões de orelha.


 


“Perdemos na semana passada para o Finasa/Osasco e levamos muita bronca. Hoje, entramos com uma postura diferente e conquistamos a vitória. Estou muito feliz”, conclui a jogadora.


 


O JOGO


 


Implacável na quadra, o Rexona-Ades (RJ) superou o Finasa/Osasco (SP), no ginásio José Liberatti, casa do time paulista, por 3 sets a 0 (25/11, 25/19 e 25/23), em 1h22, e conquistou o título do terceiro turno da Superliga Feminina de vôlei 08/09. Os outros dois turnos também foram conquistados pelo Rexona-Ades.


 


Com o bloqueio e a defesa funcionando impecavelmente, o Rexona-Ades comandou o primeiro set desde o início. Em contrapartida, o Finasa/Osasco não conseguia se encontrar na quadra. O treinador do time paulista, Luizomar de Moura, ainda tentou fazer algumas modificações em sua equipe, mas não surtiu efeito.


 


Depois de quatro bloqueios seguidos (Érika, Regiane e Gattaz, duas vezes) e um erro do adversário, o Rexona-Ades fechou: 25/11, deixando boquiabertos os torcedores presentes ao ginásio José Liberatti.


 


Na segunda parcial, o Finasa/Osasco chegou a melhorar na quadra, mas continuava a ter problemas para superar o bloqueio/defesa do Rexona-Ades. O treinador Luizomar de Moura voltou a trocar de levantadora por mais de uma vez, mas não conseguiu obter resultado.


 


Comandadas pela meio-de-rede e campeã olímpica Fabiana e pela ponteira Érika, as meninas do Rexona-Ades fecharam: 25/19.


 


O último set foi marcado pelo apoio incessante da torcida do Finasa/Osasco, que lotou o ginásio. Os gritos vindos da arquibancada deram um tempero especial ao jogo, que melhorou bastante.


 


Após estar seis pontos atrás do Rexona-Ades (5/11), o Finasa/Osasco acordou. Empurrado por seus fãs e liderados pela meio-de-rede Thaisa, que vibrava cada ponto como se fosse um título, o time da casa encostou no marcador (14/16). No entanto, a subida de produção da equipe mandante não foi suficiente para impedir a vitória adversária: 25/23, num ponto de Érika.


 


EQUIPES


 


FINASA/OSASCO – Carol Albuquerque, Natália, Paula Pequeno, Sassá, Thaisa e Adenízia. Líbero: Camila Brait. Entraram: Suelle, Silvana, Juliana e Ana Tiemi. Técnico: Luizomar de Moura


 


REXONA-ADES – Dani Lins, Joycinha, Érika, Regiane, Fabiana e Carol Gattaz. Líbero: Fabi. Entraram: Amanda, Monique e Virna.  Técnico: Bernardinho


Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560