Federação Paulista de Volleyball

FPV

Rexona-Ades pode conquistar o penta. Finasa luta pelo tetra

16 abr 2008

Rio de Janeiro – A Superliga terá o primeiro pentacampeão de sua história ou mais um tetra? A resposta será conhecida no próximo sábado (19.04.08), às 9h15, no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, onde o Rexona-Ades (RJ), detentor de quatro títulos (97/98, 99/00, 05/06 e 06/07), receberá o Finasa/Osasco (SP), que possui quatro medalhas de ouro (02/03, 03/04 e 04/05), para a decisão em jogo único que definirá o título da temporada. A TV Globo transmitirá a partida ao vivo e a entrada é franca.

A largada para os ajustes finais das equipes foi dada nesta quarta-feira (16.04), no ginásio do Maracanãzinho. Enquanto o treino do Rexona-Ades transcorreu sem transtornos, o do Finasa/Osasco acabou dando dois sustos na comissão técnica: tanto a ponteira Silvana quanto a levantadora Ana Tiemi sentiram o tornozelo direito. A primeira foi retirada da área do jogo pelo técnico Luizomar de Moura, que a carregou no colo. Depois, saiu de muletas. A segunda, mesmo com o local inchado, conseguiu deixar a quadra caminhando.

Apesar das aparências, Luizomar ressaltou que as contusões não são sérias. “Não é nada grave”. E Ana Tiemi confirmou. “Foi apenas um susto. Eu virei o pé e o tornozelo inchou na hora, mas não será problema para o jogo”.

O Rexona-Ades iniciou os trabalhos no Maracanãzinho, orientado pelo técnico Bernardo Rezende. “Agora zera tudo. O aspecto emocional será determinante, pois vamos decidir em um dia o trabalho realizado durante cinco meses. O Rexona-Ades não depende de uma jogadora estar realizando uma grande partida para ganhar o jogo. Todas as peças precisam estar em harmonia. Os dois técnicos conhecem bem as jogadoras dos dois times. É bom já ter trabalhado com atletas da equipe adversária para saber como é cada uma. As duas equipes detêm a hegemonia nos últimos anos, já que têm mantido peças importantes. Se analisarmos os últimos resultados, o Rexona-Ades leva uma certa vantagem, mas não será isso que definirá o vencedor”, diz.

Logo após o treinamento do Finasa/Osasco, Luizomar analisou os pontos fortes dos finalistas. “Estamos iniciando essa semana que fecha o planejamento da temporada. As duas equipes merecem estar nessa final, pois foram as mais regulares. Temos três dias de treinos no ginásio do jogo para que as atletas se adaptem às dimensões. Contamos com várias atletas experientes que darão suporte para minimizar a ansiedade natural do grupo. Nosso time é forte individualmente e amadureceu ainda mais nessa Superliga. Já o Rexona-Ades mantém uma base há quase três temporadas e tem mais jogadoras de seleção brasileira”, encerra.

Fonte: CBV

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560