Federação Paulista de Volleyball

FPV

Reforçado, Medley/Banespa estréia na Copa São Paulo

09 jul 2008

Técnico Alê Rivetti reconhece favoritismo do Pinheiros no Grupo B

São Paulo – Reforçado das ponteiras Ciça e Ingrid e da central Renata, o Medley/Banespa estréia nesta quinta-feira na Copa São Paulo de vôlei feminino enfrentando o Vôlei Futuro, de Araçatuba. O jogo de fundo da primeira rodada do Grupo B será disputado a partir das 20 horas no ginásio do Pinheiros. Na preliminar as donas da casa recebem o Fadenp, de São José dos Campos.

Espécie de “torneio-início” do Campeonato Paulista, a Copa São Paulo será utilizada pelo técnico Alê Rivetti como laboratório para a Superliga, principal torneio do calendário nacional. E o treinador não tem dúvidas que a contratação de Ciça (ex-Fiat Minas), Ingrid e Renata (ex-São Caetano) aumentou o poderio da equipe. “O time está mais forte do que na última Superliga. Falta, claro, trabalhar a parte coletiva, até porque nesta fase inicial de preparação a ênfase recaiu sobre o aspecto físico”, lembrou.

Desde que o atual grupo se reuniu pela primeira vez, foram 40 sessões de treinamentos na quadra da Avenida Santo Amaro, Zona Sul de São Paulo. Se não são ainda suficientes para garantir o entrosamento necessário, serviram para lapidar a formação titular que entrará em quadra para o primeiro jogo oficial. “Vamos começar com a Luciana como levantadora, Ingrid, Ciça e Jéssica nas pontas, Luciane e Paula no meio e Tica de líbero”, adiantou. Recuperada da contusão no tornozelo esquerdo que a afastou da fase final da Superliga, mas ainda distante do condicionamento físico ideal, a oposto Neneca começa no banco ao lado de Elis, Renata, Nanda e Tamíris.

Medley/Banespa e Vôlei Futuro se encontraram pela última vez em março pela Superliga. O time da capital paulista ganhou por 3 a 1, jogando diante de sua torcida. Rivetti acredita que os dois clubes devem brigar ao lado do Fadenp pela segunda vaga às semifinais contra Finasa/Osasco e São Caetano/Blausiegel, classificados no Grupo A. “Não descarto alguma surpresa, mas o Pinheiros é favorito. Ficou ainda mais encorpado com a chegada da levantadora Fabiana Berto e da central Lígia, que estavam no Brusque, e da ponta Tandara, que veio do Finasa/Osasco. E já tinha jogadoras experientes como a meio-de-rede Ângela Moraes e a líbero Arlene”, observou.

Rivetti espera encontrar dificuldades para superar o time do Interior. “Embora tenha perdido alguns valores, como a levantadora Ana Maria, o Vôlei Futuro manteve no elenco jogadoras que garantem uma boa base, como Vivi, Puli e Juliana Saracusa. Conhecemos algumas características da equipe e sabemos muito bem do trabalho que teremos para superá-la.”

Com formato simplificado, o quadrangular do Grupo B será completado em apenas três dias e exclusivamente na quadra do Pinheiros. A tabela completa é esta:

Quinta-feira

18h00 – Pinheiros x Fadenp
20h00 – Medley/Banespa x Vôlei Futuro

Sexta-feira

18h00 – Medley/Banespa x Pinheiros
20h00 – Vôlei Futuro x Fadenp

Sábado

10h00 – Medley/Banespa x Fadenp
12h00 – Pinheiros x Vôlei Futuro

Márcio Fonseca (MTb 14.457)

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560