Federação Paulista de Volleyball

FPV

Pinheiros/Vivo vence na abertura do playoff final

14 out 2008

 


A equipe marcou 3 sets a 0 diante da Ulbra/Suzano/Massageol.


Segunda partida será na quinta-feira, em Suzano


 


São Paulo – O Pinheiros/Vivo saiu na frente na disputa do playoff final do Campeonato Paulista masculino de voleibol, Divisão Especial. Na noite desta segunda-feira, no ginásio de Esporte Clube Pinheiros, a equipe comandada pelo técnico Mauro Grasso venceu a primeira partida da série melhor-de-três contra a Ulbra/Suzano/Massageol. O Pinheiros/Vivo ganhou, com uma facilidade surpreendente, por 3 sets a 0, parciais de 25/18, 28/26 e 25/20, em  78 minutos, dando um passo importante rumo ao seu terceiro título estadual (foi bicampeão em 2005/06).


 


O segundo jogo será na quinta-feira, dia 16, no Ginásio Paulo Portela, em Suzano, a partir das 20h30, com transmissão do canal SporTV. O Pinheiros/Vivo joga por uma vitória para garantir o título, enquanto a Ulbra tem de ganhar para forçar o terceiro confronto, previsto para domingo, dia 19, às 14h30, também em Suzano (a Ulbra terminou em segundo na fase de classificação e tem a vantagem de decidir em casa).


 


A abertura da final do Campeonato Paulista 2008 apresentou mais um confronto atípico. Apesar de estarem em quadra duas das mais importantes equipes do país, com inúmeros títulos nacionais, apenas o Pinheiros/Vivo conseguiu jogar bem, passando até com certa facilidade pelo adversário. “Nós não jogamos, não entramos em quadra”, explicou o técnico Chico dos Santos, da Ulbra/Suzano/Massageol, ao analisar sua equipe. “Agora é trabalhar para reverter isso”, completou.


 


De fato, o representante de Suzano não repetiu as atuações anteriores que a colocaram como segunda melhor equipe da primeira fase. Por outro lado, o clube paulistano fez uma partida muito boa, com bons saques e contra-ataques precisos. No set inicial, o Pinheiros/Vivo começou forte, abrindo vantagem logo no início. Com bom serviço – foram três aces – e defesa – incluindo dois bloqueios -, a equipe venceu por 25/18. André Nascimento, Wanderson e o levantador Rafinha foram os destaques da partida


 


No segundo set a Ulbra voltou melhor, enquanto o time do Pinheiros passou a errar mais, proporcionando nada menos que 12 pontos ao adversário. A equipe de Mauro Grasso fez 23/19, permitiu a reação e fechou em 28/26. A rotina se repetiu na terceira série, com o Pinheiros/Vivo sempre na frente até vencer por 25/20 e garantir o resultado positivo na abertura da série.


 


“Tivemos um saque regular ao longo do jogo e isso facilita as coisas. Nosso sistema defensivo também trabalhou bem, ajudando nos contra-ataques. Demos um passo importante, mas essa, mais uma vez, não é a realidade. Uma coisa é certa, não podemos cometer o mesmo erro do confronto contra o Santander, pois ainda falta muita coisa. Vamos ter muito trabalho em Suzano”, destacou.


 


O Pinheiros/Vivo começou com Rafinha, André Heller, Ezinho, André Nascimento, Wanderson, Henrique e o líbero Serginho, depois Daniel, Fábio e Dante. Já a Ulbra/Suzano/Massageol contou com Vinhedo, Ialisson, Alberto, Robinson, Kaio, Minuzzi e o líbero Jeff, depois Jô, Rivoli e Jardel.


 


 


Consultoria de Comunicação da FPV:


MBraga Comunicação – Marcelo Eduardo Braga – MTb 18324


Fones: (11) 3053-9584/7720-5109/71968860 – e-mail: imprensa@fpv.com.br

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560