Federação Paulista de Volleyball

FPV

Pinheiros mantém invencibilidade ao vencer Sesi por 3 a 2

01 set 2010

Fonte: Reunion Press



 

São Paulo (SP) – A sexta rodada do Campeonato Paulista Masculino de Vôlei marcou o encontro entre o líder do torneio e o atual campeão. Com um retrospecto de cinco jogos e cinco vitórias, o Pinheiros/SKY visitou o Sesi-SP – que devido a uma reforma em seu ginásio está mandando seus jogos no ginásio do Sesi de Osasco – e encontrou uma parada dura.


 

Em uma partida extremamente equilibrada, decidida apenas no quinto set, o time comandado por Mauro Grasso contou com a força do banco de reservas para bater o rival e se manter invicto na liderança da competição, com parciais de 25-22, 28-30, 23-25, 25-23 e 15-8.


 

“Entrou sangue novo e mudou a dinâmica do jogo. Não se trata de postura, pois os atletas que estavam em quadra não estavam com uma postura ruim, mas acontece que o jogo estava muito marcado, difícil de sair. Como temos um plantel muito bom, promovemos a entrada dos reservas e conseguimos modificar o jogo. Isso fez com que o Sesi se perdesse um pouco e conseguimos ganhar. Isso me dá uma confiança ainda maior no plantel que tenho nas mãos”, comentou o treinador Mauro Grasso.


 

Jogo


 

O jogo começou equilibrado, com o levantador Marcelinho distribuindo bem as jogadas de ataque e com o bloqueio do Pinheiros/SKY funcionando bem. O Sesi forçou o primeiro tempo técnico na frente, por 8 a 7. Os donos da casa chegaram a abrir 15-12, mas no segundo tempo técnico a vantagem estava em apenas um ponto, com o Pinheiros/SKY assumindo a ponta após a paralisação, em 19 a 16. Mantendo a vantagem, Mauro Grasso realizou a inversão, com as entradas de Tuba e Murilo nos lugares de Marcelinho e Léo e o Pinheiros/SKY fechou em 25 a 22, em 25 minutos.


 

Na segunda parcial o Pinheiros/SKY manteve o forte bloqueio e liderou até 11-9, quando o Sesi passou a frente e abriu 20 a 15. Uma grande recuperação dos visitantes diminuiu a diferença para apenas um ponto (21-20). O placar em 23 a 21 para o Sesi acordou de vez o Pinheiros/SKY, que com bom saque e novamente um bloqueio preciso igualou em 24 a 24. A disputa seguiu até a vitória do Sesi em 30 a 28, após 36 minutos.


 

O terceiro set foi dominado pelos mandantes que se mantiveram liderando o placar até o final. O Pinheiros/SKY esboçou uma reação e diminuiu a vantagem de seis pontos (21-15) para apenas um (23-22), mas não evitou a vitória do Sesi por 25 a 23, em 29 minutos.


 

Para o quarto set, Mauro Grasso resolveu iniciar com a mesma formação que terminou o terceiro, com Aranha, Tuba e Murilo nos lugares de Maurício, Léo e Marcelinho. As alterações deram certo e Tuba marcou três dos primeiros quatro pontos da equipe. O equilíbrio permaneceu até os momentos finais do set, vencido pelo Pinheiros/SKY por 25 a 23, em 28 minutos.


 

Para o set desempate a mesma formação foi mantida. No decorrer da parcial, Marcelinho substituiu Murilo e o rendimento foi mantido. O saque foi o fator de desequilíbrio e o Pinheiros/SKY fechou em 15 a 8, em 12 minutos.


 

“Importante para agente era vencer, não importa como. O time deles é muito bom e vencer aqui, jogando na casa deles, foi ainda mais importante para abrirmos uma boa distância na liderança do campeonato”, afirmou Refatti.


 

“Todo time que fica uma longa sequência invicto passa a ser o foco das atenções. Então as marcações passam a ser mais atentas e os adversários entram com mais vontade. Isso dificulta um pouco. Mas temos que ter a confiança de ser primeiro, não a chamada tranqüilidade de ser primeiro. Temos que usar essa invencibilidade para o lado positivo. Não podemos nos acomodar diante desse possível ‘favoritismo’”, concluiu Mauro Grasso.


 

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560