Federação Paulista de Volleyball

FPV

PInheiros/Blausiegel tentar empatar série contra Rexona-Ades

11 abr 2008

Santo André (SP)– Pinheiros / Blausiegel e Rexona-Ades se enfrentam nesta sexta-feira (11), às 20h30, no Ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro, em partida de vida ou morte para a equipe paulista. No primeiro jogo da série melhor de três do playoff semifinal da Superliga de Vôlei Feminino, as comandadas do técnico Marcos Kwiek foram superadas por 3 a 1 e, agora em desvantagem, precisam de uma vitória sobre as cariocas para seguir com chances de chegar à decisão, forçando a terceira partida, que aconteceria no domingo (13), às 15h, também no Rio de Janeiro.

Segundo o treinador, o pensamento do Pinheiros / Blausiegel é somente de vitória. “Tivemos dias de treinamentos intensivos para melhorar e corrigir alguns erros. Encerramos o último jogo mostrando que temos condições de conquistar um bom resultado no Rio de Janeiro, por isso estamos confiantes, e só com o pensamento positivo é que vamos sair com a vitória”, disse.

Para Marquinhos a sua equipe precisa ter mais regularidade. “Nossa recepção oscilou muito na última partida e precisamos melhorar esse fundamento para jogarmos com mais tranquilidade ofensivamente, já que temos boas atacantes. Mas, por outro lado, o Rexona saca muito bem, tem um ótimo bloqueio e no primeiro jogo do playoff isso fez a diferença. Temos que estar muito atentos a tudo, ter um boa regularidade em todos os fundamentos e tentar anular os pontos fortes do adversário para conseguir empatar a série”, explicou.

A ponteira Flávia Assis acredita que o Pinheiros / Blausiegel terá um desempenho melhor amanhã. “Na primeira partida não tivemos muito tempo de treinar focadas no Rexona, pois dois dias depois de vencermos o São Caetano pelas quartas-de-final, já estávamos em quadra nas semifinais. Assim, começamos a nos adaptar ao Rexona apenas no terceiro set. Mas, agora tivemos um bom período de treinamentos, estudamos bem as adversárias e vamos fazer uma boa apresentação. Contra uma equipe tão forte como o Rexona, não podemos desconectar em nenhum momento, temos que jogar bem e estar concentradas o tempo inteiro.” disse a jogadora.

Para sair com a vitória e levar a série melhor de três para o terceiro jogo, ela aposta na união do grupo. “Chegamos até aqui pela força e união do nosso grupo e, nesse momento de superação vamos precisar ainda mais uma da outra. Já passamos por uma situação semelhante e isso fez a diferença, e acredito que também nos ajudará agora a empatar a série”, finalizou.

Nas estatísticas por equipe, o Pinheiros / Blausiegel possui o segundo melhor ataque da competição. Já nas individuais, a oposto Joycinha é a maior pontuadora, a segunda no saque e a sexta no ataque. A ponteira Thaís está em segundo lugar no ataque e a central Dani Oliveira está em sétimo no bloqueio.

Fonte: Photo&Grafia Comunicação

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560