Federação Paulista de Volleyball

FPV

Paula Pequeno não joga mais a Superliga

13 fev 2006

Osasco (SP) – A atacante Paula Pequeno não defenderá mais o Finasa na Superliga Feminina de Vôlei de 2005/2006. A decisão foi tomada no final de semana pela comissão técnica da equipe, que precisa se preparar para jogar sem a atleta, grávida de cinco meses. Desta forma, a ponteira não foi relacionada entre as 12 atletas inscritas na vitória de sábado, diante do São Caetano/Mon Bijou, por 3 sets a 0, no ABC.

Com autorização da ginecologista para jogar até o fim de fevereiro, Paula esperava defender a equipe até a partida contra o Fiat/Minas, no dia 22 deste mês. A ponteira de 24 anos e 1,84m, no entanto, afirma entender os motivos dos integrantes da comissão técnica. Ela continuará acompanhando a equipe nos treinos físicos para manter a forma física.

Paula Pequeno conta que tinha se preparado para deixar de jogar, mas não agora. “Acredito que a comissão técnica está correta em pensar no time, que precisa aprender a jogar sem mim. Só que descobri que quem não estava preparada para ficar sem o time era eu”, admite a atleta, que diz ter sentido tristeza ao pensar que não vai mais participar de todas as atividades com as companheiras.

Por sinal, após o jogo em São Caetano, Paula Pequeno esteve no vestiário e agradeceu as colegas pela força nesses meses, além de reafirmar seu apoio, do lado de fora da quadra. No ano retrasado, a atleta também teve que abandonar temporariamente as quadras, mas naquela ocasião por causa de uma grave contusão no joelho esquerdo.

“Agora é diferente, vou ficar fora por algo maior, uma gravidez que vai me dar força para voltar a jogar ainda melhor, trabalhar para alcançar meus objetivos”, afirma a estrela do Finasa e da seleção brasileira.

O técnico Paulo Coco ressalta que a decisão foi tomada baseada em uma série de fatores, não apenas em critérios técnicos, já que nesse aspecto a atleta ainda está bem. “A comissão achou que era melhor abrir mão dela. O tempo é curto e precisava usar os seis jogos que faltam para terminar o returno para preparar o time para os playoffs”, lembra o treinador do Finasa, fazendo referência à entrada na equipe da ponteira norte-americana Monique Adams, contratada justamente para suprir a ausência de Paula.

O treinador comenta ainda que a presença da atacante foi extremamente importante até aqui, mas que tem de imaginar o cenário que o time enfrentará no futuro. “Temos de pensar na urgência que a equipe tem de se preparar para as próximas fases da liga, quando infelizmente ela não estará presente. Por isso, resolvemos tomar essa decisão”, explica Paulo Coco.

Desta forma, a última partida da ponteira com o Finasa nesta temporada acabou sendo mesmo contra o ASBS-Suzano, na quarta-feira, em Osasco. Vindo do banco de reservas, Paula entrou no último set, sacou seis vezes consecutivamente e ainda fez o último ponto do encontro, em um ace. “Sem dúvida, foi uma bela despedida”, comenta a jogadora, que ainda lidera o ranking de melhor defesa da Superliga, com 60% de eficiência.

Definitivamente sem a presença de Paula Pequeno, o tricampeão brasileiro volta à quadra nesta quarta-feira, quando enfrenta no Ginásio Professor José Liberatti, em Osasco, o Brasil Telecom, em jogo válido pela quinta rodada do segundo turno do torneio.

Fonte: ZDL

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560