Federação Paulista de Volleyball

FPV

Mundial em Guarujá terá arena com 4 mil lugares

02 set 2008

Fonte: ReUnion Press

 

Duplas masculinas e femininas estarão na disputa na Praça Horácio Lafer, na praia da Enseada

 

São Paulo – A montagem da arena que receberá a etapa brasileira do Mundial de Vôlei de Praia / SWATCH FIVB World Tour, a partir do dia 15, na Praça Horácio Lafer, na praia da Enseada, em Guarujá (SP), segue em ritmo acelerado. Sessenta e quadro duplas (32 masculinas e 32 femininas) participarão da disputa no local, que terá capacidade para receber até 4 mil pessoas, com entrada gratuita.

 

Entre os destaques da competição, estão os medalhistas olímpicos Marcio e Fábio Luiz (prata) e Emanuel e Ricardo (bronze). No feminino, Renata e Talita (dupla quarta colocada em Pequim) também estão confirmadas. Serão montadas oito quadras, sendo cinco na praça (inclusive a central) e três na praia. Nos próximos dias, a FIVB (Federação Internacional de Voleibol) divulga a lista final dos atletas inscritos para a etapa de Guarujá.

 

Além da disputa em quadra, o evento vai ter várias atrações, entre elas:

 

– Preocupação ambiental: plantio de 1.456 mudas de árvores em parceira com a SOS Mata Atlântica e KeyAssociados. Toda a etapa terá suas emissões de GEE (Gases do Efeito Estufa) neutralizadas. O público também poderá participar “calculando” suas próprias emissões e adquirindo as mudas no estande da SOS Mata Atlântica.

Outras ações: utilização de papel com origem controlada (certificada) nos impressos, como revista oficial e press releases; uso de lâmpadas fluorescentes e de biodiesel nos geradores, além de coleta seletiva e destino para os resíduos gerados na arena durante a semana do evento, em parceria com a Secretaria de Serviços Públicos de Guarujá.

 

– Cultura: no sábado, dia 20, uma apresentação do maestro João Carlos Martins com a orquestra Bachianas promete emocionar os presentes, a partir das 19 horas, com entrada gratuita.

 

– Inclusão: além do compromisso ambiental, o evento também dá exemplo na área social. Por meio das empresas ReUnion Sports & Marketing e RB2 Eventos, organizadoras da etapa, o projeto VivaVôlei foi levado a Guarujá e será uma das principais sementes que ficará na cidade após o evento. Criado em 1999 pela CBV (Confederação Brasileira de Voleibol), o projeto visa educar e socializar crianças e adolescentes através do esporte. Mais de 200 crianças já aderiram ao VivaVôlei em Guarujá. No Brasil, são 74 centros e cerca de 25 mil meninas e meninos de 7 a 14 anos atendidos.

 

– Questões sociais: Em parceria com o Banco do Brasil, um dos patrocinadores master do evento, entre os dias 16 e 19, quem trouxer 1 kg de alimento não perecível até a arena poderá trocá-lo no estande do banco por um brinde especial. Os alimentos serão doados para o Fundo Social de Solidariedade.

 

A etapa brasileira é uma realização das empresas RB2 Eventos e ReUnion Sports & Marketing, em parceria com a CBV e a Cidade de Guarujá.

 

Único evento da modalidade a tomar medidas efetivas para a redução de GEE (Gases do Efeito Estufa), o Circuito Mundial de Vôlei de Praia em Guarujá tem o patrocínio master de Banco do Brasil e Kia Motors do Brasil, e patrocínio de Telefônica, Vivo e TAM.

 

Confira algumas regras do evento:

 

– A chave principal de cada categoria – masculina e feminina – é composta por 32 duplas: 22 entram direto pelo ranking mundial da FIVB (Federação Internacional de Voleibol); oito pelo torneio qualificatório que acontece um dia antes da competição principal, e duas recebem convite da FIVB. O número máximo de equipes brasileiras na chave principal do torneio é de seis, enquanto dos demais países, é de 4;

 

– o torneio qualificatório é jogado no sistema de eliminatória simples – quem perde o jogo está fora;

 

– a chave principal é disputada no sistema eliminatória dupla: depois de perder um jogo, a dupla vai para a chave dos perdedores e continua na competição até que tenha duas derrotas, quando então é eliminada. Duas duplas da chave de vencedores e duas da chave dos perdedores avançam para semifinal do torneio. Quem perder, disputa o 3º lugar e quem vencer as semifinais briga pelo título da competição.

 

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560