Federação Paulista de Volleyball

FPV

Medley/Banespa não evita virada do Pinheiros

21 ago 2008

Fonte: Márcio Fonseca (MTb 14.457)


 


 


Donas da casa reagem e vencem segunda partida pelo Campeonato Paulista Feminino


 


São Paulo – Numa partida marcada pela irregularidade das equipes, o Pinheiros/Mackenzie errou menos e bateu o Medley/Banespa de virada por 3 a 1 (13/25, 25/15, 25/18 e 25/19) na noite desta quarta-feira. Válida pela segunda rodada do Campeonato Paulista de Voleibol Feminino, a partida foi disputada no ginásio do Esporte Clube Pinheiros e durou uma hora e trinta e dois minutos. Foi a segunda vitória da equipe local, enquanto o Medley/Banespa caiu pela primeira vez na competição.


 


O Medley/Banespa começou executando a risca o planejamento de jogo determinado pelo técnico Alê Rivetti. Forçou o saque, quebrou o passe das adversárias, abriu 5/1 e obrigou o Pinheiros/Mackenzie a antecipar o primeiro pedido de tempo. Não adiantou: o Medley/Banespa continuou sacando pesado, principalmente com a canhota Neneca, que conseguiu dois aces seguidos, o bloqueio funcionou e a variação de jogadas da levantadora Luciana confundiu as meninas do treinador Wagner Copini.


 


O intervalo fez bem ao Pinheiros/Mackenzie, que voltou com outra disposição para o segundo set e, contando com a desconcentração e os erros de passe e ataque do Medley/Banespa, disparou no placar com 10/0. Insatisfeito, Riverti fez a primeira alteração, colocando a ponteira Elis no lugar de Ingrid. Apesar da melhora nas viradas de bola, o Pinheiros/Mackenzie aproveitou a larga vantagem inicial e fechou o set novamente em 22 minutos.


 


No terceiro set, o equilíbrio dos primeiros movimentos foi rompido quando o Pinheiros/Mackenzie chegou a 7/4. A resposta de Rivetti foi a volta de Elis, que comandou a reação do time com dois pontos consecutivos de saque sobre Fernanda Garay. Mas a ponteira Thaís, uma das jogadoras mais baixas em quadra, passou a fazer a diferença com cortadas poderosas em diagonal da entrada da rede e se transformou em peça fundamental na virada em favor do Pinheiros/Mackenzie, que chegou aos 2 a 1.


 


Rivetti colocou as reservas ainda não utilizadas – Jéssica e Luciane – na quarta parcial. O Medley/Banespa cresceu, igualou as ações, deixou a impressão de que poderia levar o encontro para o tie-break, mas as donas da casa fizeram valer o mando. “O Pinheiros/Mackenzie voltou melhor a partir do segundo set e não conseguimos mais nos encontrar”, resumiu Rivetti. Sábado, a equipe receberá o São Caetano/Blausiegel em sua quadra. “Dá para ganhar, mas não podemos cometendo tantos erros e desperdiçar tamanha quantidade de contra-ataques”, alertou.


 


As equipes jogaram assim:


 


Pinheiros/Mackenzie – Fabiana Berto, Ângela Moraes, Lígia, Fernanda Garay, Tandara, Thaís e Arlene (líbero). Entraram: Fernanda, Ariane e Michele. Técnico: Wagner Copini.


 


Medley/Banespa – Luciana, Paula, Renata, Ciça, Ingrid, Neneca e Tica (líbero). Entraram: Elis, Tia, Nanda, Jéssica e Luciane. Técnico: Alê Rivetti.


 


Outros resultados: São Caetano/Blausiegel 3 x 1 São José/Valesul; Carmen Steffens 0 x Finasa/Osasco 3.

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560