Federação Paulista de Volleyball

FPV

Medley/Banespa bate Vôlei Futuro e garante vaga

14 mar 2008

Equipe enfrenta 2º colocado no cruzamento das 4ªs-de-final da Superliga Feminina

São Paulo – Com a vitória por 3 a 1 sobre o Vôlei Futuro nesta quinta-feira em sua quadra, o Medley/Banespa assegurou a passagem para as quartas-de-final da Superliga Feminina de Vôlei na 7ª colocação. Diante de bom público em seu ginásio da Av. Santo Amaro, as jovens meninas comandadas pelo técnico Alexandre Rivetti precisaram de uma hora e cinqüenta e um minutos para estabelecer as parciais de 25/17, 26/28, 25/21 e 25/19 sobre o clube de Araçatuba. A central Luciane, do Medley/Banespa, foi escolhida como a melhor jogadora e recebeu o Troféu Viva Vôlei.

Além de superar seu adversário direto, o Medley/Banespa foi beneficiado pela derrota do Mackenzie/Cia. do Terno para o Finasa/Osasco por 3 a 0 em Belo Horizonte. Mas precisou de muito esforço para quebrar a resistência do Vôlei Futuro. “Mostramos a oscilação normal de um grupo jovem. Por isso, foi um jogo sofrido. Mas também tivemos maturidade para definir a partida nos momentos decisivos”, elogiou Rivetti, que encontrou no banco de reservas a solução para o nervosismo da equipe com a derrota no segundo set. Aos 33 anos, a experiente Ana Paula devolveu a calma ao grupo e liderou a recuperação na quadra. “Ela entrou muito bem e foi importante para passar tranqüilidade”, agradeceu o treinador.

Ana Paula começou a temporada como titular, mas nos últimos jogos acabou perdendo a posição. “Jéssica aproveitou a chance contra o Brusque e o Rexona e mereceu continuar jogando. Mas estou aqui para ajudar no que for possível. Depois de 18 anos de voleibol, acho que posso dar minha contribuição para um elenco jovem e que ainda tem muito a crescer. Hoje, o time não se abateu, nem perdeu a concentração”, lembrou.

O Medley/Banespa se despede do quarto torneio neste sábado enfrentando o São Caetano/Detur fora de casa. Será a última rodada da fase de classificação contra uma equipe em ascensão e que derrotou o Brusque por 3 a 1 na terça-feira. O encontro não terá qualquer influência na colocação das duas equipes – o São Caetano já assegurou a terceira posição. “Vamos buscar a vitória, mesmo que o jogo tenha um valor relativo. Perdemos em nossa quadra por 3 a 2 na partida anterior contra o São Caetano, mas mostramos que temos condições de brigar de igual para igual”, avisou Rivetti.

Pelo sistema de playoffs da Superliga, o Medley/Banespa jogará o mata-mata em melhor de três contra Rexona ou Finasa/Osasco. Os dois clubes lutam pela primeira colocação e o segundo é que medirá forças contra o Medley/Banespa. Qualquer que seja o adversário, Ana Paula acredita que a dificuldade será a mesma. “São as maiores potências do vôlei brasileiro, mas vamos para cima de quem vier”, afirmou a ponteira, que passou os últimos seis anos no voleibol italiano. Seu último clube foi o Castellana Grotte.

As equipes jogaram assim:

Medley/Banespa: Paula, Luciane, Luciana, Elis, Neneca, Jéssica e Tica (líbero). Entraram: Ana Paula, Simone, Érica e Tia. Técnico: Alexandre Rivetti.

Vôlei Futuro: Fernanda, Izabela, Ana Maria, Juliana, Vivi, Soraya e Suelen (líbero). Entraram: Camila, Jacque e Pully. Técnico: Marco Antonio Di Bonifácio.

Fonte: MF2

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560