Federação Paulista de Volleyball

FPV

Liga Santista apresenta calendário para 2006

30 mar 2006

Santos (SP) – A Liga Santista de Voleibol apresentou nesta terça-feira (28) seu calendário de eventos para a temporada 2006. O evento, realizado no Restaurante Jardins (no Bairro da Ponta da Praia, em Santos), contou com a participação dos principais dirigentes do vôlei e do esporte da Região Metropolitana da Baixada Santista (Costa da Mata Atlântica). Estiveram presentes o presidente da Federação Paulista de Voleibol, Renato Pêra, e os secretários municipais de Esportes de oito das noves cidades que compõem a Região Metropolitana da Baixada Santista.

O presidente da Liga Santista de Voleibol, Antonio Jorge Nóbrega, explicou que o projeto apresentado tem a finalidade da difusão do voleibol em toda a Região Metropolitana da Baixada Santista, criando e abrindo espaço junto à mídia e ao público para divulgação da modalidade, atraindo novos praticantes para os centros de treinamento e desenvolvimento de voleibol fomentado pelas prefeituras, entidades de prática desportiva e instituições de ensino, em todos os graus, de Bertioga, Guarujá, Cubatão, Santos, São Vicente, Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe. Nóbrega explicou que o projeto foi dividido em dois torneios: O Campeonato Metropolitano da Baixada Santista e o Circuito Costa da Mata Atlântica de Voleibol de Praia.

Campeonato Metropolitano

O Campeonato será realizado em ambos os naipes (feminino e masculino) e, a princípio, em duas categorias: sub-17 (nascidos até 1989), e sub-25 (nascidos até 1981). Estes limites de idade visam facilitar a participação de todas as cidades com suas equipes que participam dos Joguinhos e Jogos Regionais, mantendo-as em atividade durante praticamente todo o ano e possibilitando o aprimoramento de atletas iniciantes e o surgimento de novos valores.

O Campeonato será disputado em dois módulos: o primeiro módulo acontecerá no período de abril a junho. Já o segundo módulo será no período de agosto a novembro, respeitando-se a interrupção necessária à realização e participação das cidades nos Jogos Abertos do Interior.

O regulamento técnico da competição será apresentado posteriormente, após a confirmação das equipes participantes, durante o Congresso Técnico específico cuja data será amplamente divulgada.

Para participar da competição, as equipes deverão providenciar suas inscrições junto à Liga Santista de Voleibol, não havendo a necessidade de filiação à entidade. Entretanto, todos os atletas e membros de comissões técnicas participantes deverão ser registrados na LSV.

As equipes para fazerem suas inscrições deverão comprovar a disponibilidade de uma quadra para mando de seus jogos, de acordo com as regras oficiais de voleibol e normas mínimas de equipamento e segurança das mesmas. Todas as equipes deverão ter os membros de suas comissões técnicas devidamente registrados no Conselho Regional e Educação Física (CREF), a exceção de médicos, fisioterapeutas e massagistas, que tem seus referidos conselhos de classe.

As equipes participantes terão como despesas apenas o registro e emissão de carteirinhas de seus atletas e membros de comissões técnicas, no valor de R$ 2,00 por pessoa, e o pagamento das arbitragens de seus jogos de mando, pagos diretamente aos árbitros quando da realização das partidas, no valor de R$ 100,00 (cem reais) por jogo, mais o valor correspondente a duas passagens de ônibus entre a cidade de residência dos integrantes da equipe de arbitragem e a do local da partida, sendo que o perímetro Santos/São Vicente entende-se como único.

A Liga Santista de Voleibol fornecerá a cada equipe uma rede oficial de jogo com o logotipo da LSV e de seus apoiadores, que será de uso obrigatório em todas as partidas do Campeonato. Todas as equipes participantes receberão um mapa para orientação de como deverão ser preparadas às quadras para os jogos, de forma a apresentar uma padronização e que possa ser bem divulgado pela imprensa.

É livre a propaganda nos uniformes das equipes, observando-se a legislação pertinente, devendo, entretanto, obrigatoriamente, constar nos uniformes o escudo ou nome da equipe inscrita.

A LSV premiará as equipes Campeãs, Vice-campeãs e Terceiro colocadas em cada um dos campeonatos com troféus e medalhas. As equipes interessadas deverão providenciar seus pedidos de inscrições, através do e-mail ligasantista@fpv.com.br , até o dia 31 de março.

Circuito Costa da Mata Atlântica de Vôlei de Praia

O Circuito Costa da Mata Atlântica de Vôlei de Praia é um evento oficial da Liga Santista de Voleibol, aprovado pela Federação Paulista de Vôlei e será realizado em nove etapas. Cada etapa terá o torneio Qualifying que se realizará na Quinta-feira e/ou Sexta-feira no período da manhã e tarde, quando as duplas inscritas se qualificam para disputar com as equipes já pré-qualificadas pelo ranking do Circuito. O torneio principal que se realizará aos Sábados a Domingos.

Na primeira etapa serão considerados pré-classificados para a chave principal as duplas que somarem as melhores pontuações no Ranking da Confederação Brasileira de Voleibol. Nas outras etapas, terá valor apenas o Ranking do Circuito. Os jogos no qualifying serão disputados em um set de 21 pontos com diferença de 2 pontos, excetuando-se o torneio final que será uma melhor de três sets formato B das Regras Oficiais.

O Circuito Costa da Mata Atlântica de Vôlei de Praia terá informações disponíveis no site da Liga Santista de Voleibol (a ser lançado) e Federação Paulista de Vôlei. Será criado também um site exclusivo para o Circuito, com os logos dos patrocinadores, todas as informações sobre as etapas, inscrições, regras do torneio bem como imagens e fotos das etapas anteriores que estarão disponíveis na página, os campeões, premiação, melhores momentos e outros.

As etapas serão mensais divididas da seguinte forma: 1ª. Etapa- Maio; 2ª. Etapa – Junho; 3ª. Etapa – Agosto; 4ª. Etapa – Setembro; 5ª. Etapa – Novembro; 6ª. Etapa – Dezembro; 7ª. Etapa – Janeiro; 8ª. Etapa – Janeiro e 9ª. Etapa – Fevereiro.

Todos os atletas participantes deverão estar registrados na Federação Paulista de Voleibol ou Confederação Brasileira de Voleibol e ter seus registros atualizadas na Liga Santista de Voleibol (LSV). As inscrições das duplas deverão ser feitas através do site do Circuito/LSV até 72 horas antes do início do qualifying. Mesmo as duplas pré-classificadas através de Ranking deverão confirmar as presenças em cada etapa da mesma forma que as demais. 48 Horas antes do início do qualifying da respectiva etapa será divulgada através do site quais os classificados para a chave principal e quais as duplas inscritas que deverão jogar o qualifying.

A fase principal de cada etapa será disputada por 16 duplas, sendo oito pré-classificadas, após a primeira etapa, através de ranking do circuito, e oito classificadas através do qualifying. A rodada da fase principal será jogada em grupos de quatro duplas cada, por sistema de dupla eliminatória. Classificam-se oito duplas para segunda rodada, sendo distribuídas em uma chave, em sistema de eliminatória simples. A Arbitragem será indicada pela Liga Santista de Voleibol.
A premiação das etapas terá os seguintes valores, por colocação na etapa e por naipe (masculino e feminino): Campeão – R$ 1 mil (a dupla); Vice-campeão – R$ 500,00-idem; 3º. lugar – R$300,00 – idem; 4º. lugar – R$200,00 – idem. Total por etapa- masculino e feminino: R$ 4 mil.

Todas as equipes participantes da etapa receberão pontos para o ranking da federação sendo na etapa masculina: 1º. lugar-200 pontos; 2º. lugar- 170 pontos; 3º.lugar- 150 pontos; 4º.lugar- 130 pontos; 5º.lugar-110 pontos; 7º.lugar- 80 pontos; 9º.lugar-60 pontos; 13º.lugar- 30 pontos. Todas as demais duplas receberão 10 pontos pela participação.

Serviço

Mais informações sobre o Campeonato Metropolitano da Baixada Santista e sobre o Circuito Costa da Mata Atlântica de Vôlei de Praia deve ser obtida na Liga Santista de Voleibol, através do telefone: (13) 8111-0052.

Fonte: Aldo Neto – Foto: Juan Reol

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560