Federação Paulista de Volleyball

FPV

JUVENIS DO FINASA SE PREPARAM PARA ESTREAR NAS SEMIFINAIS

10 nov 2005

Osasco (SP) – As juvenis do Finasa escaladas para compor o grupo que enfrenta o São Caetano/Mon Bijou na primeira partida das semifinais do Campeonato Paulista Feminino de Vôlei estão prontas para o confronto, marcado para as 16 horas deste sábado, no Ginásio Milton Feijão, em São Caetano, com transmissão pela SporTV. A paraibana Mariana e a gaúcha Natália estão especialmente animadas para a decisão do Estadual.

“Estar pela primeira vez na reta final de um Paulista com o time adulto é muito importante. Pretendo ajudar da melhor forma, controlando a ansiedade, que é natural para quem estréia numa fase decisiva como esta”, afirma a ponteira Natália, de 18 anos, que jogou a Superliga do ano passado pelo São Caetano, hoje adversário da semifinal. “O ritmo do adulto é diferente do juvenil. Temos de estar mais atentas, tudo é muito mais rápido”, analisa a ponteira Mariana, de 19 anos, que vem se destacando nos jogos.

A também juvenil Adenízia, meio-de-rede de 18 anos, disputará pela segunda vez uma semifinal do Paulista adulto. “Desta vez estou mais confiante, porque acredito que meu desempenho em quadra vem melhorando. O grupo tem dado apoio e me ajudado bastante”, comenta o melhor bloqueio do Mundial da Turquia. Para a líbero Arlene, Adeniza vem em constante evolução. “Ela é uma das atletas de maior potencial em sua posição”, elogia a veterana.

A partir de sexta-feira, o time se concentra num hotel em São Caetano. Tanto para as juvenis quanto para as mais velhas, a convivência entre elas só ajuda a equipe. “Quando há um título em disputa, a união faz a diferença. O grupo fica mais forte”, acredita Arlene, que está em sua quinta semifinal de estadual.

Mesmo sendo uma das jogadoras mais experientes do Finasa, a levantadora Fabiana Berto é praticamente uma novata em semifinais de Paulista. “Este título seria inédito na minha carreira. É uma motivação a mais estar nesta semifinal”, afirma a jogadora, que já defendeu o Pinheiros, em São Paulo. “Faz tempo que não participo do Campeonato Paulista. Estive fora do país (na Espanha) por um tempo e depois joguei em times de outros estados.”

Juvenis ou veteranas, todas estão cientes das dificuldades que enfrentarão na primeira partida do playoff (melhor-de-três) contra o São Caetano fora de casa. “É uma equipe nova, mas de grande potencial”, analisa Fabiana Berto. Para Adenízia, o time do ABC requer muita atenção. “Elas virão com força total, ainda mais por terem estudado nossos últimos jogos”, afirma a meio-de-rede. “A equipe do São Caetano tem um poder de reação incrível, ainda mais na casa delas. Por isso, temos de entrar, imprimir o nosso ritmo de jogo para fazer a diferença desde o início”, completa a ponteira Natália.

O técnico Paulo Coco teve de recorrer às atletas juvenis por causa dos desfalques que enfrentou. Carol Albuquerque, Valeskinha e Carol Gattaz estão na seleção brasileira, enquanto Mari se recupera de uma cirurgia no ombro direito. As atacantes Paula e Bia só ganharam condição de jogo nas últimas rodadas, depois de se recuperarem de lesões.

Fonte: ZDL

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560