Federação Paulista de Volleyball

FPV

JOGO DECISIVO ENTRE BANESPA/MASTERCARD E UNISUL/CIMED

11 mar 2005

São Paulo – Prova concreta de que tudo começa do zero nos playoffs é o confronto entre Banespa/Mastercard (SP) e Unisul/Cimed (SC), pelas quartas-de-final da Superliga masculina de vôlei 04/05. Ao final da fase classificatória, a equipe paulista terminou em segundo lugar, enquanto a catarinense, atual campeã, acabou em sétimo, o que não teve reflexo direto na fase atual, tamanho o equilíbrio da competição.

A Unisul/Cimed abriu a série melhor de três com uma vitória por 3 sets a 0. Neste sábado (12.03), às 15h30, as equipes se encontram novamente, só que desta vez no ginásio Poliesportivo, em São Bernardo do Campo (SP). Ao Banespa/Mastercard, só resta a reabilitação, já que novo sucesso do time catarinense o credencia às semifinais. O jogo terá transmissão do canal Sportv.

Mauro Grasso, técnico do Banespa/Mastercard, diz que é a hora de a equipe saber usufruir do mando de quadra. “O tombo não foi tão feio como pode parecer. Vamos jogar em casa e, em caso de vitória, levaremos a decisão para o terceiro jogo, que também seria em nosso ginásio. Lógico que a gente esperava um jogo difícil contra a Unisul/Cimed, mas não tanto como aconteceu. A pressão foi grande”, analisa Mauro.

Ele garante que a tranqüilidade impera entre os jogadores. “Agora, mais do que nunca, temos que ter confiança, é preciso acreditar. A parte psicológica tem influência direta num momento como esse. Mas nossos atletas são experientes e sabem como lidar com isso”, afirma Mauro, enaltecendo uma das qualidades do adversário. “Eles continuam sacando bem, muito forte. Além disso, erraram pouco no primeiro jogo”.

O argentino Carlos Weber, técnico da Unisul/Cimed, diz que esperava o time jogando como jogou, porque vinha crescendo nas últimas partidas e treinando bem. “Esse segundo jogo será mais equilibrado, com o Banespa/Mastercard jogando em casa, e melhor. É uma partida de vida ou morte para eles, que darão a vida em cada bola. Só espero que nossa equipe se comporte da mesma forma”, diz Weber.

Assim como Mauro, Weber destacou os potentes saques de sua equipe. “O saque tem sido a nossa grande arma nesta Superliga. E foi bem mais regular no último jogo. Mas o que me deixou mais feliz foi a nossa virada de bola, de 64% de aproveitamento. Isto se tornou mais fácil graças ao saque agressivo”, analisa Weber. Não é à toa que a Unisul/Cimed lidera o ranking deste fundamento, com 6,28% de eficiência.

EQUIPES

BANESPA/MASTERCARD – Vinhedo, Rivaldo, Nalbert, Filipe, Alberto e Michael. Líbero: Polaco. Técnico: Mauro Grasso.

UNISUL/CIMED – Marcelinho, João Paulo, Giovane, Zanuto, Braz e Juliano. Líbero: Marquinhos.Técnico: Carlos Weber.

Fonte: CBV

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560