Federação Paulista de Volleyball

FPV

Fofão completa primeiro ano de aposentadoria da seleção

16 set 2009

 

Fonte: Photo&Grafia
Comunicação/foto de Fofão (Thales Stadler)

 

Santo André (SP) – O momento é
de dedicação exclusiva ao time da Blausiegel / São Caetano. E é atuando na
equipe que está invicta no Campeonato Paulista de Vôlei que a levantadora
Fofão, de 39 anos, completa um ano de aposentadoria da Seleção Brasileira. O
grupo atual do Brasil conquistou, no último domingo (13), o título do Final
Four, torneio onde a jogadora se despediu da camisa verde e amarela no ano
passado.

 

Feliz com o momento em que
vive, Fofão afirma que escolheu a melhor hora para se aposentar. “Eu já tinha
feito tudo que gostaria na Seleção, conquistado os mais importantes títulos e
acho que não há maneira melhor de se despedir do que depois de um ouro
olímpico. Agora é hora de me dedicar mais a minha vida, a minha família e estou
voltando a viver esse momento de exclusividade no clube. E está sendo tudo
muito gostoso”, disse a levantadora.

 

Foram 17 anos dedicados à
Seleção Brasileira e, agora, a vida de Fofão é bem diferente. “Nesse primeiro
ano de aposentadoria da Seleção, pude fazer coisas que não era mais acostumada.
Passei a frequentar as festas de aniversários dos meus parentes, a ir aos
casamentos dos amigos e, uma das coisas que mais gosto, que é ir nos finais de
semana para a casa da minha mãe, em Boituva (SP), ficar com toda a família”,
disse Fofão.

 

Por hora, enquanto consegue
conciliar a vida pessoal com a rotina de treinamentos e jogos, Fofão segue em
atividade. “Enquanto eu estiver fazendo o que mais gosto em alto nível, vou
continuar jogando. Não tenho nenhuma idéia de quando vou parar de jogar. Acho
que um dia vou acordar e não ir treinar. Esse será o dia da minha decisão”,
comentou a levantadora.

 

Enquanto isso não acontece, a
equipe da Blausiegel / São Caetano sai ganhando. O time lidera o Campeonato
Paulista, com seis vitórias em seis jogos, e Fofão tem metas claras na sua
mente. “Primeiro quero ser campeã paulista e, o mais importante, para mim, é
fazer a final da Superliga. Isso é um objetivo pessoal. Não quero apenas
assistir a decisão. Quero estar em quadra e, de preferência, conquistar o
título”, afirmou Fofão.

 

A última final do campeonato
nacional de Fofão foi na temporada 2000/2001, quando foi campeã com o time do
Minas. “Quero sentir de novo a sensação de ser campeã da Superliga”, concluiu a
levantadora da Blausiegel / São Caetano, que volta à quadra pelo Paulista no
próximo sábado (19), quando seu time receberá o Taboão / UniÍtalo, às 9h30, no
Ginásio Lauro Gomes, em São Caetano.

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560