Federação Paulista de Volleyball

FPV

Finasa recebe Brasil Telecom na segunda rodada

13 dez 2006

Barueri (SP) – Após vencer o Fiat/Minas na estréia da Superliga Feminina de Vôlei de 2006/07, o Finasa volta à quadra pela segunda rodada da competição nesta quarta-feira, às 20 horas, quando joga diante do Brasil Telecom. A partida será no Ginásio Sérgio Honda, em Barueri, já que o Professor José Liberatti, em Osasco, onde o Finasa normalmente manda seus jogos, está ocupado esta semana com um evento social.

Enquanto o Finasa vem de um triunfo, o Brasil Telecom sofreu uma derrota para a Cimed/Macaé na primeira rodada e por isso buscará a recuperação em Barueri. “É um adversário que tentará transferir a responsabilidade para a gente. É uma equipe bastante mudada, com um novo treinador, e que mistura experiência com juventude”, analisa Luizomar de Moura, treinador do Finasa.

Uma das preocupações é com a meio-de-rede Juciely, que defendeu o Finasa até o final do Campeonato Paulista, encerrado há duas semanas. “Com certeza, ela pode levar bastante informação sobre a gente, ao mesmo tempo em que nós conhecemos bem a jogadora, que é um dos pilares deles”, explica o treinador do Finasa.

Jogadora que defendeu a equipe de Brasília na última temporada, a levantadora Fernandinha atuou com Juciley também no Finasa. “Acho que ela pode passar muitas informações sobre a gente, então eles estão no lucro. Além disso, temos que nos preocupar não só com ela, mas com o time todo, que vai vir com muita vontade”, comenta a levantadora.

Sobre o que time deve fazer diferente da partida da estréia, a jogadora avalia que o grupo necessita ter mais concentração. “Acho que não foi tanto a ansiedade da estréia. Entramos desconcentradas e cometemos muitos erros bobos, como no saque, por exemplo”, lembra Fernandinha.

O time do Brasil Telecom é o único entre todos os que disputam a Superliga que o Finasa ainda não enfrentou na temporada. “É ruim porque a gente não conhece a dinâmica de jogo deles, por mais que conheça as atletas, e o lado bom que elas também não sabem o nosso jeito de atuar”, diz a atacante Elisangela, eleita a melhor bloqueadora da primeira rodada segundo as estatísticas da CBV.

De qualquer forma, mais do que a vitória, o grupo campeão paulista quer jogar bem e mostrar evolução. “Crescimento, é nisso que penso. Diminuir os erros e melhorar em tudo”, afirma Luizomar de Moura. “Esta é a fase de crescer. Fizemos três sets contra o Minas consistentes e é assim que queremos jogar”, complementa a capitã Elisangela.

O treinador ainda não definiu o time titular, mas é possível que mantenha a formação da estréia, com a levantadora Fernandinha, as ponteiras Natália e Paula Pequeno, a oposto e capitã Elisangela, as centrais Carol Gattaz, Valeskinha, e a líbero Arlene.

Fonte: ZDL

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560