Federação Paulista de Volleyball

FPV

Finasa e Rexona-Ades começam a decidir o título da Superliga

30 mar 2007

Rio de Janeiro – Está tudo pronto para o primeiro saque das finais da Superliga feminina de vôlei 06/07. Rexona-Ades (RJ) e Finasa/Osasco (SP) repetem o confronto das duas últimas finais da Superliga. Na temporada 04/05, vitória para a equipe paulista. Na última edição, o time carioca levou a melhor. Desta vez, o tira-teima está lançado. O primeiro jogo da série melhor de cinco partidas será neste domingo (01.04), às 12h30, no ginásio José Liberatti, em Osasco (SP). O canal Sportv transmitirá o duelo ao vivo.

O Rexona-Ades chega à final com 19 vitórias e apenas uma derrota, em 20 partidas. Depois de terminar a fase classificatória na primeira colocação, a equipe carioca superou o Vôlei Futuro (SP), nas quartas-de-final, e a Cimed/Macaé (RJ), nas semifinais.

O Finasa/Osasco terminou a fase classificatória na segunda colocação. Até agora, soma 18 vitórias e quatro derrotas, em 22 jogos disputados. Nas quartas-de-final, eliminou a BrasilTelecom (DF) e, nas semifinais, fez uma disputa equilibrada com o Fiat/Minas (MG).

Nas estatísticas por equipes, o Rexona-Ades lidera cinco dos seis fundamentos: ataque (31,11%), saque (7,12%), defesa (44,90%), levantamento (31,19%) e recepção (49,61%). Já o Finasa/Osasco está na segunda colocação em três fundamentos: ataque (24,38%), bloqueio (21,27%) e defesa (36,34%).

Pelos números, o maior destaque do Rexona-Ades é a ponteira Sassá. A mineira de Barbacena é a mais eficiente no saque (9,51%) e na recepção (53,15%). A atacante é a quinta colocada no ataque, com 25,96% de eficiência, e está na mesma colocação na defesa (43,85%). Entre as maiores pontuadoras, Sassá é a sexta colocada, com 251 acertos (204 no ataque, 20 no bloqueio e 27 no saque).

“Nosso time está bastante motivado para mais uma final. Precisaremos entrar determinadas e focadas. Sabemos que vencer em Osasco não será fácil. A torcida apoiará muito as jogadoras adversárias. Por isso, teremos que ter muita concentração”, diz Sassá.

Nesta Superliga, Rexona-Ades e Finasa/Osasco se enfrentaram duas vezes e cada equipe tem uma vitória. O time carioca venceu em Osasco e o grupo paulista venceu no Rio de Janeiro. “Será um jogo definido nos detalhes e muito equilibrado. Com certeza, será um belo espetáculo de voleibol”, destaca Sassá.

Para a atacante, o seu bom rendimento no saque é uma de suas maiores qualidades. Na temporada 00/01, Sassá estava começando a carreira. Ainda juvenil, jogava pelo Vasco da Gama e entrava sempre durante as partidas para sacar. “No começo da minha carreira me destaquei no saque. Devo muito a este fundamento. Talvez, se eu não entrasse sempre para sacar não teria conseguido estar onde estou atualmente”, relembra Sassá.

E Sassá vai mais além e dá a receita para a vitória. “O potencial de ataque do Finasa/Osasco é forte. A Paula e a Natália têm se destacado nesta Superliga. Precisamos sacar bem e dificultar o passe delas. Nosso saque precisa ser em cima das jogadoras que tem mais dificuldades no passe”, completa Sassá.

E para segurar os ataques e saques de Sassá, o Finasa/Osasco contará com a jogadora mais experiente das duas equipes: a líbero Arlene, de 37 anos. Arlene é a terceira colocada na recepção, com 52,70% de aproveitamento.

“Esta partida será um jogo-chave para as duas equipes. Estamos nos preparando tanto psicologicamente quanto tática e tecnicamente. Sabemos que não vamos encontrar facilidades. O Rexona-Ades é uma equipe muito certinha, com um treinador que sabe tirar o máximo de suas atletas”, diz a também mineira Arlene.

Sobre o poder do saque das adversárias, Arlene destaca o bom desempenho da maioria das jogadoras neste fundamento. “Não é somente a Sassá que saca bem. No Rexona-Ades toda a equipe tem um bom rendimento no saque. Precisamos estar preparadas para todas as possíveis situações”, destaca Arlene, que sabe da sua responsabilidade. “Preciso me concentrar ao máximo para recepcionar bem os saques adversários e dar condições excelentes para as nossas levantadoras. Será um jogo definido nos detalhes”, completa.

Arlene faz uma convocação para a torcida. “Espero que, como sempre, a torcida de Osasco lote o ginásio e nos apóie em busca desta primeira vitória. Dentro de quadra tentaremos retribuir com uma bela vitória. Mas para isso, temos que fazer uma boa apresentação e, com isso, merecer a vitória”, diz a líbero da equipe paulista.

Rexona-Ades leva vantagem no retrospecto

Rexona-Ades e Finasa/Osasco já se enfrentaram 37 vezes desde a temporada 97/98, quando foi criada a equipe carioca, que antes mandava seus jogos em Curitiba. E o time do Rexona-Ades leva a melhor no retrospecto: 21 vitórias e 16 derrotas.

EQUIPES

FINASA/OSASCO – Fabiana Berto, Elisângela, Natália, Paula, Valeskinha e Carol Gattaz. Líbero: Arlene. Técnico: Luizomar de Moura

REXONA-ADES – Dani Lins, Renatinha, Sassá, Estefânia, Thaisa e Fabiana. Líbero: Fabi. Técnico: Bernardinho

Fonte: CBV

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560