Federação Paulista de Volleyball

FPV

Finasa e Fiat/Minas definem o segundo finalista

21 dez 2007

Rio de Janeiro – Um clássico do voleibol brasileiro promete agitar o ginásio José Liberatti, neste sábado (22.12), em Osasco (SP). De um lado, o Finasa/Osasco (SP). Do outro, o Fiat/Minas (MG). Em jogo, a vaga para a final do primeiro torneio da Superliga feminina de vôlei 07/08. As equipes estarão frente a frente a partir das 11h30 e o confronto terá transmissão ao vivo do canal Sportv.

Outros dois jogos completarão a rodada: às 11h, Pinheiros/Blausiegel x Mackenzie Cia do Terno, no ginásio Henrique Villaboin, em São Paulo; e E.C. Banespa x São Caetano/Detur, às 17h, no ginásio do E.C. Banespa, em São Paulo.

Finasa/Osasco e Fiat/Minas chegam à partida de forma invicta. O Finasa/Osasco estreou com vitória por 3 sets a 0 sobre o Sport/Maurício de Nassau (PE). Em seguida, superou, de virada, o Pinheiros/Blausiegel (SP), por 3 a 1. Na última rodada, ganhou do Mackenzie Cia do Terno (MG), por 3 sets a 0. O Fiat/Minas também acumula três vitórias: 3 a 1 diante do Mackezie Cia do Terno; 3 sets a 0 sobre o Sport/Maurício de Nassau; e 3 a 1 contra o Pinheiros/Blausiegel.

As atacantes das equipes prometem dar um show à parte na partida. De acordo com as estatísticas oficiais da Superliga feminina 07/08, os times ocupam as duas primeiras colocações no ranking de ataque: Finasa/Osasco (30,74%) e Fiat/Minas (26,25%). Além do ataque, a recepção também é uma forte características destes times. O Finasa/Osasco lidera, com 52,05% de aproveitamento e o Fiat/Minas está na cola, com 48,73%.

No bloqueio, o Finasa/Osasco é o segundo colocado (25,00%), atrás da Brasil Telecom (30,47%). Enquanto o Fiat/Minas ocupa a quarta colocação, com 21,83%. Na defesa, o time mineiro ocupa o segundo lugar (44,54) e o paulista, o quinto (35,91%). A liderança é da Brasil Telecom (46,34%). No levantamento, a liderança é do Rexona-Ades (26,53%), mas o Fiat/Minas vem logo em seguida, com 26,01% de eficiência, seguido de perto pelo Finasa/Osasco (22,18%).

Baseada nos números e no desempenho dos times nos três primeiro jogos desta Superliga, a equipe do Finasa/Osasco encara o confronto como o primeiro passo rumo à decisão. “É uma partida extremamente aguardada. É como uma semifinal, já que o time vencedor estará na decisão do primeiro torneio. Enfrentaremos um time tradicional, que é o Fiat/Minas, nosso adversário nas semifinais da última Superliga. No entanto, nesta temporada as duas equipes estão totalmente reformuladas e a história é outra”, destaca Luizomar de Moura, treinador da equipe de Osasco.

Para vencer, Luizomar pede atenção redobrada e lembra que as duas equipes vivem momentos semelhantes dentro e fora de quadra. “Para sairmos com a vitória, precisaremos jogar muito concentrados. As equipes vivem momentos parecidos, ganhando conjunto ao decorrer do tempo e dos jogos desta Superliga. O nosso time ficou muito tempo sem a Paula, a Natália – que defenderam a Seleção Brasileira – e a Dani Scott, que jogou pelos Estados Unidos. Já o Fiat/Minas ficou praticamente o ano todo sem a Fabíola (levantadora), também na Seleção Brasileira”, diz Luizomar.

Individualmente, os treinadores precisam estar atentos para os destaques do adversário. No ranking das maiores pontuadoras da Superliga até o momento, as equipes têm três jogadoras entre as 10 mais bem posicionadas. A ponteira Thais, do Fiat/Minas é a terceira colocada, com 52 pontos (45 de ataque, cinco e bloqueio e dois de saque). Logo em seguida, na quarta colocação, está sua companheira de equipe a também ponteira Fernanda Garay, com 49 acertos – 40 no ataque, seis no bloqueio e três no saque. Pelo Finasa/Osasco, a ponteira Paula Pequeno é a mais bem colocada, em sexto lugar, com 42 pontos – 37 de ataque, quatro de bloqueio e um de saque.

Mas no ataque, Paula está na liderança, com 34,94% de eficiência, enquanto Fernanda Garay é a segunda colocada, com 29,07%. O Finasa/Osasco tem mais uma jogadora entre as 10 mais bem posicionadas. É a ponteira Natália, sexta colocada, com 22%.

O Fiat/Minas dá um show no ranking da defesa, tendo as três mais bem posicionadas até o momento: a levantadora Fabíola lidera (69,23%), seguida pela ponteira Fernanda Garay (66,67) e pela líbero/ponta Mariana (57,50%). Nesta relação apenas uma jogadora do Finasa/Osasco: Natália, com 53,33% de eficiência, na sétima colocação.

As levantadoras das equipes também estão bem posicionadas: Fabíola, do Fiat/Minas, é a segunda colocada (31,78%), e Ana Tiemi, do Finasa/Osasco, a terceira (30,34%). A liderança é de Dani Lins, do Rexona-Ades, com 36,45% de aproveitamento.

Na recepção, a líbero do Finasa/Osasco, Marcelinha, lidera, com 63,64%, seguida de perto da ponteira do Fiat/Minas, Fernanda Garay (63,08%). Paula Pequeno, da equipe paulista, é a quinta colocada (43,18%), e Mariana, do time mineiro, a nona (37,50%).

No saque, a ponteira Natália, do Finasa/Osasco está na vice-liderança do ranking, com 12,50% de sucesso, atrás apenas de Juliana, do Pinheiros/Blausiegel. O Fiat/Minas também tem uma representantes entre as 10 mais bem posicionadas: é a ponteira Juliana, 10ª colocada (7,89%).

Apesar da invencibilidade, o técnico do Fiat/Minas, Carlos Alberto Villar Castanheira, o Cebola, cobra uma consistência maior do grupo para os jogos decisivos desta Superliga. “Nossa equipe está oscilando muito durante as partidas. Trabalhamos bastante a concentração e conscientização da equipe para não parar de repente durante um set e levar uma seqüência de pontos consecutivos”, ressalta Cebola.

Sobre o adversário, Cebola é somente elogios: “O Finasa/Osasco é a equipe favorita para chegar a esta primeira decisão devido ao seu plantel, com várias jogadoras das seleções brasileiras adultas e de base. Tem poder de ataque e bloqueio muito fortes, além de sistemas ofensivo e defensivo bem equilibrados”.

EQUIPES

FINASA/OSASCO – Ana Tiemi, Elisângela, Paula, Natália, Adenízia e Dani Scott. Líbero – Marcelinha. Técnico – Luizomar de Moura

FIAT/MINAS – Fabíola, Juliana, Thais, Fernanda Garay, Natalia e Juciely. Líbero – Mariana.Técnico – Carlos Alberto Villar Castanheira, o Cebola

Fonte: CBV

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560