Federação Paulista de Volleyball

FPV

FINASA BUSCA VAGA NA SEMIFINAL DA SUPERLIGA

01 mar 2005

Osasco (SP) – Com o objetivo de conseguir a classificação antecipada às semifinais da Superliga Feminina de Vôlei 2004/2005, o Finasa enfrenta nesta quarta-feira, às 21h30, o São Caetano/Detur, no Ginásio Milton Feijão, no ABC paulista. A partida, que terá transmissão ao vivo do SporTV, é a segunda da série melhor-de-três das quartas-de-final. Como venceu o primeiro jogo por 3 sets a 0, nova vitória coloca a equipe dirigida por José Roberto Guimarães na próxima fase da principal competição do calendário nacional.

Para este jogo, tanto jogadoras como comissão técnica esperam uma melhor apresentação do que na partida de estréia nos playoffs. No sábado, mesmo com a da vitória, todos ficaram insatisfeitos com o desempenho e acreditam que a equipe pode mostrar mais em vários fundamentos.

Para a atacante Bia, o fato de o São Caetano jogar em casa pode atrapalhar um pouco, já que a equipe adversária vai estar mais motivada. “Elas não apresentaram um bom vôlei no primeiro jogo, mas com certeza vão corrigir os erros porque, afinal, é tudo ou nada para elas”, diz a jogadora, maior pontuadora da primeira partida entre as duas equipes, com 23 pontos.

Bia aposta na diminuição do número de erros cometidos pela equipe do Finasa em relação à primeira partida. “Acho que naquele jogo tudo funcionou pela metade. Eu gostei do passe, mas acho que não podemos desperdiçar tantos contra-ataques. Mesmo porque as próximas fases serão mais difíceis”, comenta a atleta.

Contando com o primeiro jogo das quartas-de-final, o bicampeão brasileiro já enfrentou três vezes o time do ABC paulista nesta edição da Superliga, e em todos saiu vitorioso. Jogando em Osasco, no primeiro turno da fase de classificação, venceu por 3 a 0, enquanto fora de casa o time de Zé Roberto bateu o rival por 3 sets a 1, de virada.

A capitã Valeskinha, uma das mais experientes do grupo, acredita em um adversário mais perigoso e com muita mais disposição na partida desta quarta-feira. “Elas viram que as parciais do primeiro jogo não foram tão dilatadas, o que pode ter dado mais confiança. Nós, por outro lado, temos de colocar pressão, impor o nosso ritmo e manter a regularidade, algo que faltou na última partida”, avalia a atleta.

Para ela, a equipe de Osasco ainda busca a sintonia ideal entre os vários setores. “Está faltando aquele ir um pouco além que tivemos contra o Rexona, por exemplo. A gente sabe o que tem de fazer”, afirma Valeskinha. “Nesta quarta-feira, precisamos entrar mais animadas e concentradas, além de forçar o saque, para quebrar o passe e facilitar a vida da defesa e do bloqueio.”

Para o técnico Zé Roberto, o São Caetano mais uma vez vai abusar do saque forçado e se arriscar muito no ataque. “Temos de jogar bem, tendo mais atenção, disposição e concentração. O fundamental é melhorar nos contra-ataques que a defesa vem nos proporcionando, e crescer no saque e no bloqueio”, afirma o treinador.

Zé Roberto só define o time-base no treino da manhã desta quarta-feira, em São Caetano. No primeiro jogo das quartas-de-fnal, a equipe começou jogando com Carol Albuquerque, Bia, Valeskinha, Carol, Érika, Paula e Arlene como líbero. Já o São Caetano/Detur, dirigido pelo técnico Antonio Rizola, iniciou a última partida com Fabíola, Dayse, Juliana, Fernanda Gritzbch, Ciça, Fernanda Berti e a líbero Nine.

Caso passe para a próxima fase, e equipe de Osasco terá pela frente o vencedor do confronto entre MRV/Minas e Pinheiros/Blue Life, que fazem a segunda partida da série também nesta quarta-feira. A equipe mineira lidera o playoff por 1 a 0, já que venceu o primeiro jogo por 3 sets 2, de virada, na casa do adversário.

Fonte: ZDL

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560