Federação Paulista de Volleyball

FPV

Dois jogos completam a primeira rodada do terceiro turno

14 jan 2009

 


 


Fonte: CBV


 


Rio de Janeiro – Dois jogos fecharão a primeira rodada do terceiro turno da Superliga Feminina de vôlei 08/09, nesta quinta-feira (15.01). Em Pomerode (SC), a Cativa/Pomerode receberá o Finasa/Osasco (SP), às 20h, no ginásio ACAEN. No mesmo horário, Vôlei Futuro (SP) e Minas Tênis Clube (MG) também estarão em quadra. As equipes jogarão no ginásio Plácido Rocha, em Araçatuba (SP).


 


Vice-líder da competição, com 21 pontos – nove vitórias e três derrotas – o Finasa/Osasco, que conta com quatro campeãs olímpicas (Carol Albuquerque, Sassá, Thaísa e Paula Pequeno), é favorito para o jogo. A adversária Cativa/Pomerode, estreante na Superliga, está na 12ª colocação na classificação geral, com 11 pontos em 11 jogos. A equipe catarinense ainda não venceu no campeonato.


 


Na primeira vez em que os times se enfrentaram, em jogo válido pela primeira rodada do segundo torneio, o Finasa/Osasco levou a melhor. Jogando em casa, a equipe comandada pelo técnico Luizomar de Moura venceu por 3 sets a 0. Na ocasião, a meio-de-rede Thaísa foi eleita a melhor jogadora da partida e recebeu o troféu VivaVôlei.


 


Apesar do retrospecto favorável, o treinador da equipe paulista prevê uma partida difícil. “Não podemos entrar achando que vai ser um jogo fácil. Vamos jogar fora de casa e eles terão o apoio da torcida. Temos que ter muita responsabilidade e atenção para buscarmos a vitória. Precisamos começar bem este terceiro turno”, diz Luizomar.


 


Técnico da Cativa/Pomerode, Manoel Henrique da Cunha, o Maneca, também espera um jogo difícil, mas afirma que a expectativa para a partida é a melhor possível.


 


“Essa folga de fim de ano nos fez muito bem. Estávamos com atletas lesionadas no fim do segundo turno e agora todas conseguiram se recuperar. Sabemos que vamos enfrentar um adversário muito forte, mas jogaremos em casa e nosso time vem completo”, garante Maneca.


 


O Finasa/Osasco se destaca no ranking oficial de estatísticas por equipes. O time apresenta a recepção e a defesa mais eficientes da Superliga, com 52,12% e 45,39% de aproveitamento, respectivamente. Além disso, a equipe paulista é a segunda mais bem posicionada em dois fundamentos: ataque (28,60%) e bloqueio (23,63%). A Cativa/Pomerode apresenta a sétima melhor recepção do campeonato, com 40,74% de eficiência.


 


No ranking individual, a líbero Tica, da equipe catarinense, é a terceira mais bem colocada na recepção (52,23%). Já a meio-de-rede Marina, também da Cativa/Pomerode, aparece na sétima posição nas estatísticas de bloqueio (23,21%).


 


Pelo lado do Finasa/Osasco, o destaque fica por conta das campeãs olímpicas. A ponteira Paula Pequeno é a segunda mais bem posicionada no ataque (28,78%) e na defesa (53,24%). A central Thaísa apresenta o segundo bloqueio mais eficiente da Superliga (29,03%) e é a sétima colocada no saque (8,48%). A ponteira Sassá é a vice-líder no ranking de recepção (57,07%). E, para fechar a lista, Carol Albuquerque aparece em segundo lugar entre as levantadoras, com 26,34% de aproveitamento.


 


Minas Tênis Clube fará o primeiro jogo sem a ponteira Ivna


 


Revelação do Minas Tênis Clube nesta Superliga, a ponteira Ivna desfalcará a equipe pelo resto da competição. Em dezembro do ano passado, a jogadora sofreu grave lesão no joelho esquerdo e ficará, pelo menos, seis meses afastada das quadras.


 


Sem poder contar com a atacante, o técnico Jarbas Soares traça nova estratégia para a disputa do restante do campeonato. E avisa que o padrão de jogo da equipe muda desde já.


 


“Todo o nosso esquema muda com a saída da Ivna. Ela era a jogadora que mais recebia bolas durante o jogo, era a referência do time. Agora, a responsabilidade terá que ser dividida entre todas as atletas”, explica Jarbas, que testará a ponteira Rafaella no lugar da atacante contundida.


 


Para o técnico do Vôlei Futuro, Glaison Luis Raimundo, a ausência de Ivna não tornará o jogo mais fácil. “Ivna é uma grande jogadora e um desfalque de peso para o Minas. Mas isso não significa que a partida ficará mais fácil sem ela. Esperamos grande dificuldade. Temos de entrar concentrados para conseguir um resultado positivo”, analisa Glaison.


 


Vôlei Futuro e Minas Tênis Clube já se enfrentaram neste campeonato. No confronto, válido pela primeira rodada do segundo turno, o time mineiro foi derrotado dentro de casa, por 3 sets a 2. A oposto Gisele, da equipe paulista, foi eleita a melhor jogadora da partida e ganhou o troféu VivaVôlei.


 


O treinador do time de Araçatuba guarda boas recordações da partida. “No último jogo, vencemos fora de casa e conseguimos executar muitas das jogadas que treinamos. Espero que nesta estréia em 2009 possamos fazer outra boa partida. Vamos jogar em nosso ginásio e a torcida costuma comparecer”, afirma Glaison. Um dos destaques do Vôlei Futuro é a ponteira Vivi. A jogadora possui o nono melhor ataque (21,40%) e a sexta defesa mais eficiente da competição (46,67%).


 


Para Jarbas Soares, chegou a hora da revanche. “O jogo deve ser bem equilibrado. Os dois times estão no mesmo padrão e lutam para ficar entre os oito primeiros. Mas, elas ganharam em nosso estádio. Agora, temos que chegar com o mesmo pensamento. Vamos fazer de tudo para buscar a vitória aqui em Araçatuba”, diz o treinador. A equipe mineira lidera as estatísticas de saque, com 6,03% de aproveitamento, e apresenta o terceiro melhor bloqueio do campeonato (21,13%).


 


Enquanto o Minas Tênis Clube é o sexto colocado na classificação geral da fase classificatória da Superliga, com 17 pontos – cinco vitórias e sete derrotas –, o Vôlei Futuro ocupa a décima colocação, com 14 pontos – três triunfos e oito resultados negativos.


 


EQUIPES


 


VÔLEI FUTURO X MINAS TÊNIS CLUBE


 


VÔLEI FUTURO – O técnico Glaison Luis Raimundo deve começar com: Flavinha, Edy, Vivi, Estefania, Gritz e Saracuza. Líbero – Tina.


 


MINAS TÊNIS CLUBE – O técnico Jarbas Soares deve entrar com: Dani, Camila, Rafaella, Priscila, Viviane e Edneia. Líbero – Verê.

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560