Federação Paulista de Volleyball

FPV

Começa a briga de Finasa e Oi/Macaé pela vaga na final

22 mar 2006

Osasco (SP) – De um lado, o atual tricampeão da Superliga feminina de vôlei. Do outro, uma equipe que tem seu melhor desempenho na história da competição. Este é apenas um aperitivo do duelo entre Finasa/Osasco (SP) e Oi/Macaé (RJ), que abrem a série semifinal melhor de cinco partidas da edição 05/06, nesta quinta-feira (23.03), às 18h, no ginásio José Liberatti, em Osasco (SP), com transmissão ao vivo do canal SporTV.

A equipe paulista, tricampeã da competição, chegou às semifinais ao superar o Fiat/Minas (MG) em dois jogos a um nas quartas-de-final. Mesmo placar conquistado pela equipe do Rio de Janeiro sobre o BrasilTelecom (DF). A cidade de Macaé está em festa pela classificação e também pelo melhor resultado obtido por uma equipe da cidade – a melhor colocação foi o quinto lugar nas temporadas 01/02 e 02/03, na época como Macaé/Nuceng.

Nas estatísticas oficiais da Superliga, Finasa/Osasco tem se destacado. A equipe aparece na liderança no bloqueio, com 23,04% de aproveitamento, e na defesa, com 38,19% de eficiência. O melhor fundamento Oi/Macaé é o ataque, no qual está em terceiro lugar (25,27%).

No ranking por atletas, a briga é acirrada. Entre as maiores pontuadoras, por exemplo, a oposto Bia, do Finasa/Osasco, está na segunda colocação, com 300 pontos (259 de ataque, 35 de bloqueio e seis de saque), seguida de perto da oposto Elisângela, do Oi/Macaé, que tem 276 (224 de ataque, 16 de bloqueio e 36 de saque).

EXPECTATIVA PARA A PRIMEIRA PARTIDA DAS SEMIFINAIS

Paulo Coco, técnico do Finasa/Osasco – “Será um playoff muito duro. Do outro lado, há jogadoras experientes, de grande rodagem, com passagens por seleção e acostumadas a jogos decisivos. Vamos preparados para jogar cinco sets nas cinco partidas. Precisamos estar bem preparados para o potencial de ataque que o Oi/Macaé tem. Elisângela e Érika estão entre as maiores pontuadoras da Superliga, sem falar na força da Natália e da Fofinha. No saque, a Elisângela estragou nosso time em um dos jogos da fase classificatória, apesar de termos vencido. Nós precisamos manter um melhor padrão de jogo. Já fomos melhor na última partida, contra o Fiat/Minas. Corremos contra o tempo, ainda estamos acertando o time”.

Luizomar de Moura, técnico do Oi/Macaé – “Saímos bastante fortalecidos das quartas-de-final, assim como o Finasa/Osasco. Gostei da doação do grupo. Um pouco do nosso passado acabou sendo resgatado. Vencemos um grande adversário, o BrasilTelecom, que valorizou demais a nossa vitória. Desde o início, nossa meta era ficar entre os primeiros. Esta é a nossa busca. Não vamos perder de véspera. Aqui existem grandes atletas e uma cidade que nos apóia. Sabemos do potencial do Finasa/Osasco, atual tricampeão da Superliga, equipe acostumada a decisões. Teremos que jogar mais do que a gente vem jogando.”

EQUIPES

FINASA/OSASCO – O técnico Paulo Coco não definiu a equipe que começará a partida. No último jogo, começou com Carol, Bia, Mari, Monique Adams, Valeskinha e Carol Gattaz. Líbero: Arlene.

OI/MACAÉ – O técnico Luizomar de Moura não definiu a equipe que começará a partida. No último jogo, ele começou com Marcelle, Elisângela, Érika, Fofinha, Renata e Dani. Líbero: Michelle.

Fonte: CBV

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560