Federação Paulista de Volleyball

FPV

Com Taquaral lotado, Vôlei Brasil Kirin vence sua primeira partida do ano contra a UFJF

07 jan 2015



 

 

 

Fonte: Letícia
Oliver – ESM

 

 

Campinas
(SP) – Mais de 1700 pessoas estiveram na noite desta quarta-feira (07) para
prestigiar a primeira partida de 2015 do Vôlei Brasil Kirin. Como presente, os
torcedores puderam ver de perto a vitória do time de Campinas diante da UFJF
por 3 sets a 0, com parciais de 25-19/25-21/25-16, em partida válida pela
terceira rodada do returno da Superliga Masculina. O destaque do jogo foi o
ponteiro João Paulo Bravo, aniversariante da noite, eleito o melhor jogador em
quadra e vencedor do troféu Viva/Vôlei.

 

 

“Esse
prêmio é um belo presente de aniversário, mas também é fruto de um grande
trabalho em equipe. Quero dedicar esse troféu a todos que estão trabalhando
para levar a equipe cada vez mais longe”, declarou o atleta, que completou
36 anos de idade hoje.

 

 

“Fizemos
um bom jogo e as peças funcionaram bem. A nossa briga continua pelas primeiras
posições na tabela para garantirmos melhor vantagem na fase de playoffs. Estão
todos de parabéns pela força de vontade e dedicação que demonstraram hoje em
quadra”, avaliou o técnico Alexandre Stanzioni.

 

 

Com a vitória,
os campineiros reassumiram a vice-liderança da competição, agora somando 34
pontos – apenas dois atrás do líder Sada Cruzeiro.

 

 

O próximo
desafio do Vôlei Brasil Kirin será fora de casa. O adversário é o Ziober Maringá
em partida que acontece no sábado (10), às 18h30, no Ginásio Chico Neto, em
Maringá/PR. No mesmo dia, a UFJF recebe o Sesi-SP às 19h no Ginásio da
Universidade Federal de Juiz de Fora/MG.

 

 

 

O JOGO

 

 

A partida
começou equilibrada, com as equipes intercalando a somatória até o quinto
ponto. O Vôlei Brasil Kirin conseguiu abrir 8-6 e fechar o primeiro tempo técnico
em vantagem, ampliada em seguida para 11-7, o que obrigou o técnico Alessandro
Fadul a parar o jogo para quebrar a boa sequência dos campineiros. A estratégia
não funcionou, já que o ponteiro João Paulo Tavares marcou um ace logo em
seguida, levantando a torcida que compareceu ao Ginásio do Taquaral para
prestigiar a primeira partida do ano da equipe. Com um saque na rede da UFJF, o
time de Campinas fechou o segundo tempo técnico seis pontos à frente no placar
(16-10). O meio de rede Gustavão deu trabalho para os mineiros – no saque, nos
bloqueios e também nos ataques. Com tranquilidade, o Vôlei Brasil Kirin fechou
o primeiro set em 25-19.

 

 

No segundo
set, o adversário entrou mais ligado no jogo e até conseguiu fechar os dois
tempos técnicos à frente no placar: 8-6 e 16-14 para os juiz-foranos. O time da
casa tratou de encostar no placar e contou com boa atuação do central Luizinho,
que conseguiu armar boas jogadas no meio. O saque do oposto Baiano também fez a
diferença, conseguindo emplacar uma sequência de ace e jogadas definidas em
favor dos campineiros. Ainda teve tempo para um show à parte do levantador
Sandro, que fez uma defesa incrível com os pés do lado de fora da quadra,
agitando as quase duas mil pessoas que lotaram o Taquaral na noite desta
quarta-feira. Depois disso, a vitória do segundo set foi confirmada: 25-21.

 

 

O terceiro
set veio para coroar a boa atuação do conjunto. O Vôlei Brasil Kirin entrou
mais solto e demonstrou ainda mais entrosamento nas jogadas de ataque.A
vantagem nos dois tempos técnicos foi campineira: 8-7 e 16-11. O líbero Pará
também participou bem do jogo, fazendo boas defesas. Mas o grande destaque da
noite foi ele: João Paulo Bravo. O ponteiro, que completou 36 anos de idade
hoje, apareceu bem em todos os fundamentos durante a partida e, principalmente,
na última etapa. Fazendo a diferença nos saques, side outs e bloqueios, o
ponteiro faturou o troféu Viva/Vôlei, dado ao melhor em quadra. O placar do último
set foi de 25-16 para o time da casa que, com o resultado, retomou a
vice-liderança da competição, chegando aos 34 pontos – apenas dois a menos que
o líder Sada Cruzeiro.

 

 

Vôlei
Brasil Kirin: Sandro, Gustavão, Luizinho, João Paulo Bravo, João Paulo Tavares,
Baiano e Pará (líbero)

 

Entraram:
Jotinha, Vini e Ary

 

Técnico:
Alexandre Stanzioni

 

 

UFJF:
Rodrigo, Ialisson, Tarcísio, Manius, Sérgio, Bergamo e Fábio (líbero)

 

Entraram:
Dedé, Alemão e Gelli

 

Técnico:
Alessandro Fadul

 

Veja também: