Federação Paulista de Volleyball

FPV

COM 3 TÍTULOS NA TEMPORADA, BANESPA/MASTERCARD QUER A LIGA

24 nov 2004

A equipe de vôlei do Banespa/MasterCard/São Bernardo chega a Superliga Nacional Masculina 2004/2005 com três títulos na bagagem desta temporada. O time paulista faturou o ouro dos Jogos Regionais e, com o campeão olímpico Nalbert, sagrou-se hexacampeão Paulista da Divisão Especial. Além disso, conquistou pela primeira vez o Grand Prix, no final de semana passado. “O time está com moral e agora vamos em busca do título da Superliga, que é inédito na minha galeria”, avisou o capitão Nalbert.

Para a principal competição nacional da modalidade, o Banespa/MasterCard/São Bernardo quer manter as armas que têm surtido efeito diante de adversários considerados favoritos: a garra de seus jovens talentos aliada ao poder de liderança e à experiência de Nalbert. A equipe foi tetracampeã brasileira – em 87, pelo Campeonato Brasileiro, e quando a competição ainda chamava-se Liga Nacional (nas edições de 89, 90/91 e 91/92) –, além de ter sido duas vezes vice-campeã da Superliga (96/97 e 01/02).

O grupo desta temporada tem mostrado que ainda existe amor à camisa no esporte. Dos 15 atletas inscritos na Superliga, dez foram formados nas categorias de base do clube, tanto que a média de idade é de 22 anos. São eles os levantadores Vinhedo e Daniel e os atacantes Léo, Piá, Fabrizio, Silêncio, Michael, Leozinho, Ricardo Serafim e Polaco. A mão rápida para armar jogadas de Vinhedo e o notável poderio físico de Michael rendeu à dupla a oportunidade de defender o elenco titular. Apesar da juventude (ambos com 21 anos), os dois têm em seus currículos a experiência do título Mundial com a Seleção Brasileira Infanto-Juvenil, em 2001, e foram apontados como as grandes revelações do Paulista. Outra aposta do time do Grande ABC é o líbero Polaco, que assumiu a responsabilidade de substituir Sérgio Escadinha, craque da Seleção Brasileira.

Comandada pelo técnico Mauro Grasso, a equipe ficou completa com seis atletas experientes, que jogaram em outros times na temporada passada: o levantador Leandro (ex-Dínamo, da Rússia) e os atacantes Ricardo Serafim (ex-Elche, da Espanha), Filipe (ex-Santo André), Alberto (ex-Suzano), Rivaldo (ex-Suzano) e Nalbert (ex-Macerata, da Itália). Vale lembrar que três deles já tinham um sólido retrospecto construído no Banespa / MasterCard/São Bernardo. Leandro foi o capitão da equipe de 1996 a 2002, sendo que Nalbert e Serafim tiveram notabilidade profissional pelas portas do clube.

“Recebi duas propostas de equipes do Brasil, quatro da Itália, uma da Rússia, ou seja, tive a opção de ir para vários cantos do mundo. Mas, depois de cinco anos fora e de todos os meus objetivos cumpridos, o passado pesou a favor do Banespa/MasterCard/São Bernardo, por eu conhecer bem a estrutura do clube e ter um ótimo relacionamento com os profissionais daqui”, contou Nalbert, que, se conquistar a Superliga, terão de inventar algum outro título que não esteja presente em sua galeria de medalhas. Esta pode ser a última conquista do craque na quadra, já que ele anunciou que irá para o vôlei de praia no ano que vem.

Único jogador a ter faturado os títulos mundiais das três categorias (infanto, juvenil e adulto), Nalbert se enxerga em seus companheiros. “Já passei pela fase que eles estão passando e posso dizer que o grupo ainda tem muito o que crescer. O time tem um potencial físico, técnico e emocional surpreendente. Os jogadores são jovens e estão numa idade em que a evolução é muito rápida”, explicou.

Grasso está satisfeito com a seriedade do Banespa/MasterCard/São Bernardo, que mostrou o verdadeiro significado de uma equipe, tanto dentro como fora das quadras. “Este time é unido, tem muita garra e comprometimento. Estou muito satisfeito com eles, principalmente por terem acreditado no trabalho.” Sobre a Superliga, o técnico está ciente de que não haverá facilidades. “O campeonato será muito equilibrado e nós já tivemos a oportunidade de jogar com a maioria das equipes, no Paulista e no GP. Faltam apenas três adversários para a gente analisar (UCS/Colombo, Intelbrás/São José e On Line). Vamos em busca das vitórias”, concluiu o treinador. O Banespa/MasterCard/São Bernardo tem estréia marcada para o dia 2 de dezembro, contra a Ulbra.

Fonte: Photo&Grafia Comunicação

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560