Federação Paulista de Volleyball

FPV

Brasil Vôlei Clube/SBC busca o heptacampeonato

28 out 2009

 


Fonte: Photo&Grafia Comunicação


 


Equipe, que venceu o primeiro jogo, enfrentará o SESI-SP, às 18h30, na casa do adversário


 


Santo André (SP) – Esta quinta-feira, 29 de outubro, pode ser um dia marcante na história do Brasil Vôlei Clube / São Bernardo. Depois de conquistar inúmeros títulos estaduais e nacionais com os nomes de Banespa e Santander / São Bernardo, a equipe chega a sua primeira decisão de Campeonato Paulista de Vôlei Masculino com a nova nomenclatura. E vive um momento de apreensão, em busca de um novo patrocinador.


 


A disputa pelo título é contra o SESI-SP. No primeiro confronto, o Brasil Vôlei venceu por 3 a 0 e, amanhã, dia 29, as equipes voltam a se enfrentar no segundo jogo da série melhor de três no ginásio do SESI Leopoldina, às 18h30. Em caso de vitória da equipe da casa, o terceiro confronto será no sábado (31), às 12h, no Ginásio Adib Moysés Dib (Poliesportivo), em São Bernardo.


 


Se garantir a vitória amanhã, o Projeto, que existe há 25 anos, comandado por José Montanaro Jr., medalha de prata nas Olimpíadas de Los Angeles/84, conquista o heptacampeonato paulista. Segundo o técnico Rubinho, para encerrar a série e garantir o sétimo título, seu time precisa atuar melhor do que no primeiro jogo.


 


“De um modo geral, a equipe foi muito bem. Jogamos com bastante equilíbrio, mas ainda cometemos alguns erros que podemos suprimir e isso será fundamental para a vitória. Ou seja, ainda precisamos jogar mais do que na primeira partida” – analisou o treinador do Brasil Vôlei Clube, que ainda não tem definido o time titular de amanhã.


 


O primeiro resultado não ilude Rubinho, que sabe que seu time terá dificuldades no jogo de amanhã. “Acredito que a equipe do SESI virá ainda mais aguerrida para esse jogo, pois, a cada etapa que passamos, fica mais difícil. O pensamento é o mesmo do primeiro jogo, quando imaginamos uma partida difícil e realmente não foi fácil”, disse Rubinho.


 


Um dos destaques nessa reta final de campeonato, quando substituiu Tuba, lesionado, o oposto Najari terá a chance de conquistar, amanhã, seu segundo título paulista nesta semana. O jogador de 20 anos foi campeão com o time juvenil do Brasil Vôlei Clube nesta terça (27), ao vencer a equipe do E.C. Pinheiros, e afirma que, agora, segue com uma vontade ainda maior.


 


“Vou entrar na decisão do adulto com a mesma postura que tivemos na final do juvenil, que é jogar concentrado e focado o tempo todo. Além disso, particularmente vou procurar fazer o meu melhor para repetir amanhã o resultado de ontem” – disse o oposto Najari, campeão mundial juvenil com a Seleção Brasileira.


 


Titular da posição até sofrer uma contratura na panturrilha e, na sequência, um problema na lombar, Tuba é só elogios ao desempenho do companheiro. “Claro que eu quero estar em quadra, mas a gente nunca volta 100% depois de contusão e, se eu não puder jogar, quero que o Najari faça o máximo para que o nosso time seja campeão. Ele entrou, vem jogando muito bem, com tranqüilidade e já provou que dá conta do recado”, concluiu Tuba, de 29 anos.

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560