Federação Paulista de Volleyball

FPV

Brasil vence a Venezuela no Mineirinho

20 jul 2009

 


 


Fonte: CBV


 


Belo Horizonte (MG) – A seleção brasileira adulta masculina de vôlei terminou a fase classificatória sendo a equipe mais eficiente da competição. Foram 12 jogos e apenas uma derrota. A 11ª vitória foi alcançada neste domingo (19.07), num ginásio do Mineirinho, em Belo Horizonte, lotado. Ao todo, 17.645 torcedores puderam ver o Brasil passear em quadra e vencer a Venezuela por 3 sets a 0, parciais de 25/20, 25/22 e 25/15, em 1h17 de jogo.


 


Os jogadores saíram direto do ginásio para o Aeroporto, onde embarcam para a Sérvia, palco das finais da Liga Mundial 2009, que começam na próxima quarta-feira (22.07) e seguem até o próximo domingo (26.07). O Brasil está no Grupo F, ao lado de Argentina e Cuba. Na chave E, estão Estados Unidos, Rússia e Sérvia. Os dois primeiros colocados de cada grupo passam às semifinais. Os brasileiros buscam o oitavo título do campeonato para igualar o recorde da Itália.


 


Bernardinho levará 14 jogadores para a disputa das finais. O Brasil lutará pelo título com o seguinte grupo: os levantadores Bruno e Marlon, os opostos Leandro Vissotto e Rivaldo, os ponteiros Murilo, Giba, Thiago Alves, João Paulo, os meios-de-rede Lucão, Rodrigão, Éder, Sidão e os líberos Serginho e Mário Jr.


 


O técnico Bernardinho começou a partida com o time titular, com apenas uma mudança: Éder no lugar de Lucão. Bruno, Vissotto, Murilo, Giba, Rodrigão e o líbero Serginho completaram a equipe que começou o confronto. No segundo set, o treinador permaneceu com Rodrigão, Serginho e Éder, e colocou Marlon, Rivaldo e Thiago Alves em quadra.


 


Thiago Alves: “os testes acabaram”


 


Maior pontuador do jogo, o ponteiro Thiago Alves ficou satisfeito com sua atuação na partida segunda partida contra a Venezuela na capital mineira. O jogador entrou no segundo set e marcou 10 pontos. “Na última partida que havia jogado, não tive uma boa atuação. Por isso, entrei muito concentrado e disposto a dar o meu melhor em quadra. E deu certo”, lembrou o jogador.


 


Para as finais, Thiago quer ganhar um belo presente de aniversário. “Os testes acabaram. Agora, quando entrarmos em quadra vamos enfrentar adversários de alto nível técnico, que nos exigirão. Agora, é para valer. Quero muito chegar à final dessa Liga Mundial porque será no dia do meu aniversário. Se ganhar o título, não terá presente mais especial em toda a minha vida”, destacou o gaúcho, que completará 23 anos no próximo dia 26.


 


Levantador Bruno viaja com a energia de BH


 


Nos decisivos jogos contra a Sérvia, os jogadores brasileiros sentirão falta da energia da torcida brasileira. No frio do leste europeu, os jogadores não terão um ginásio lotado a seu favor. Por isso, o levantador Bruno resumiu o carinho da equipe com a torcida.


 


“Sabemos que mesmo longe, toda essa torcida brasileira estará torcendo pelo nosso time. Jogar aqui em Belo Horizonte é maravilhoso. Com certeza, nosso time levará este carinho. E os torcedores podem ter a certeza de que nos empenharemos ao máximo e teremos muita vontade de vencer e tentar buscar mais um título da Liga Mundial”, disse Bruno.


 


E sobre a torcida, o técnico Bernardinho lembrou como será o dia a dia do Brasil durante os jogos na Sérvia. Em 2005, o Brasil foi campeão da Liga Mundial jogando em Belgrado. Por isso, o treinador conhece bem a torcida local. “Quando jogamos lá distribuíram 17 mil apitos. A torcida local utilizou 16.996. Tínhamos apenas quatro brasileiros que apitavam por nós: a Fernanda (esposa), a Júlia (filha), a esposa e a filha do nosso preparador físico Zé Inácio”, lembrou Bernardinho de forma humorada.


 


Mas foi o capitão Giba que contou qual a receita para superar “o apitaço sérvio”. “É só fechar os olhos e pensar neste Mineirinho lotado. Aí, a energia chega até lá. E ninguém segura nosso time”, encerrou o ponteiro.


 


EQUIPE


BRASIL – Bruno, Vissotto, Murilo, Giba, Rodrigão e Éder. Líbero – Serginho. Entraram – Rivaldo, Marlon, João Paulo, Léo Mineiro e Thiago Alves. Técnico – Bernardinho


 


VENEZUELA – Yustiz, Carlos Luna, Luis Dias, Thomas Ereu, Juan Carlos e Freddy Cedeno. Lìbero – Correa. Entraram – Ismel e Gonzalez. Técnico – José A Gutierrez


 

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560