Federação Paulista de Volleyball

FPV

Brasil Telecom e Pinheiros/Blausiegel duelam nesta quinta

16 abr 2008

Rio de Janeiro – O Brasil Telecom (SC) – finalista do primeiro torneio da fase classificatória da Superliga feminina de vôlei 07/08 e campeão da Liga Nacional 2007 – duelará, nesta quinta-feira (17.04), com o Pinheiros/Blausiegel (SP) – que participou das 14 edições da competição -, às 19h30, na Arena Multiuso, em Brusque (SC). A partida será válida pela disputa do terceiro lugar da Superliga.

O melhor resultado do Brasil Telecom na Superliga foi o sexto lugar, obtido nas temporadas 04/05 e 05/06.Na edição 06/07, ficou com a sétima colocação após ser superado nas quartas-de-final pelo Finasa/Osasco (SP).

A melhor colocação do Pinheiros/Blausiegel foi o quarto lugar, posição em que alcançou em três oportunidades (97/98, 99/00 e 03/04). Na temporada passada, o time da capital paulista foi eliminado nas quartas-de-final pelo Fiat/Minas (MG) e terminou em sexto lugar.

No ranqueamento por equipes, de acordo com as estatísticas oficiais da Superliga, a equipe catarinense aparece em terceiro lugar no bloqueio (22,24% de eficiência) e na defesa (38,42 %). Enquanto isso, o Pinheiros/Blausiegel ocupa a segunda posição no ataque (23,90%) e a terceira na recepção (42,28%).

A oposto Lia, do Brasil Telecom, é a maior pontuadora da competição com 368 pontos (304 de ataque, 50 de bloqueio e 14 de saque) e tem o terceiro bloqueio mais eficiente (26,46%). Joycinha, oposto do Pinheiros/Blausiegel, é a segunda maior pontuadora com 356 pontos (309 de ataque, 28 de bloqueio e 19 de saque) e ocupa o segundo lugar no saque (7,57%). Thaís, ponteira do time paulista, aparece em segundo no ataque (24,68%).

Revelações na Superliga por seus respectivos times, Edna, do Brasil Telecom, e Thaís, do Pinheiros/Blausiegel, têm como intenção coroar a boa temporada que realizaram conquistando o terceiro lugar.

Edna, vice-campeã da Superliga 04/05 pelo Rexona-Ades (RJ), afirmou que o momento é de buscar motivação.“Fiquei muito chateada com a derrota para o Finasa/Osasco nas semifinais. Estávamos com o segundo jogo da série na mão e não soubemos fechar a partida. A maturidade do adversário fez a diferença nos momentos decisivos. O momento é de levantar a cabeça, treinar forte, tirar motivação não sei de onde e focar o terceiro lugar”, disse a meio-de-rede de 1,87m e 24 anos.

“Faço um balanço positivo da minha performance. Foi a primeira Superliga que atuei como titular do início ao fim. Evolui bastante nesta temporada. Agradeço a ajuda e a paciência do Mauricio, mas posso melhorar ainda mais. Em uma ocasião, a Paula Pequeno (ponteira do Finasa/Osasco) disse uma frase bem interessante: sou uma eterna insatisfeita. Essa colocação também combina com o meu perfil. A cada dia quero progredir”, analisou Edna.

Thaís, que completa 20 anos nesta quinta-feira, afirma que não esperava o sucesso tão repentino. “Trabalhei muito para desenvolver um bom trabalho, porém não esperava um desempenho tão rápido. Foi uma grata surpresa. As companheiras de equipe e a comissão técnica me auxiliaram muito. O elenco está contente por estar entre as quatro melhores equipes do Brasil, mas vai buscar a terceira posição”, contou Thais de 1,74m.

EQUIPES

Na última partida, o BRASIL TELECOM começou com – Fabi Berto, Lia, Érika, Juzinha, Edna e Renata. Líbero –Verê.Técnico – Maurício Thomas.

Na partida anterior o PINHEIROS/BLAUSIEGEL iniciou com – Dani, Joycinha, Thaís, Flavia, Ângela e Dani Oliveira. Líbero: Arlene. Técnico – Marcos Kwiek

Fonte: CBV

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560