Federação Paulista de Volleyball

FPV

BRASIL É CAMPEÃO DO GRAND PRIX 2005

18 jul 2005

Sendai – A hegemonia do vôlei mundial pertence ao Brasil. Depois da conquista da Liga Mundial pela seleção masculina na última semana, nesta segunda-feira as mulheres levantaram o título do Grand Prix. Na última partida da fase final, a equipe dirigida pelo técnico José Roberto Guimarães derrotou a Itália por 3 sets a 2 (25-20, 22-25, 25-21, 27-29, 15-7), numa batalha de 2h03 em Sendai, no Japão.

Brasileiras e italianas, que haviam chegado com campanhas iguais à rodada final, eram as únicas que podiam ficar com a taça do Grand Prix. Com a vitória, a seleção do Brasil assegura seu quinto título na história da competição.

Psicologicamente, a vitória é fundamental para o novo ciclo olímpico iniciado por José Roberto Guimarães. O fato de deixar para trás adversárias favoritas, como a China, oferece confiança à seleção depois da decepção do quarto lugar nos Jogos de Atenas.

“Esta vitória é muito importante para nós. China e Cuba tinham mais potencial que o resto. Mas Brasil e Itália conseguiram se apresentar melhor na fase final”, comemorou o técnico José Roberto Guimarães. “Precisamos de mais jogos internacionais duros como este”, emendou o comandante brasileiro.

O grande destaque individual da vitória brasileira nesta segunda-feira foi Sheila, com 31 pontos anotados em toda a partida. “Estou feliz demais. Não tenho nem palavras para descrever tanta emoção. Foi maravilhoso vencer o Grand Prix e todo este grupo está de parabéns. Estou explodindo de feliidade”, festejou a jogadora.

Mas a garra coletiva do Brasil, que nunca esteve em desvantagem em sets no jogo, foi preponderante.”Os dois times estavam determinados a ganhar esta partida crucial. Mas acho que nós estávamos um pouco mais determinadas”, comentou a capitã Valeska após a partida.

O jogo contra a Itália foi equilibrado do começo ao fim. No primeiro set, a seleção brasileira sobrou no bloqueio na reta final e conseguiu fechar por 25 a 20.

O segundo set seguiu parelho. No entanto, num momento de desconcentração das brasileiras, a Itália conseguiu abrir três pontos de vantagem (21 a 18), depois administrando a folga até fechar em 25 a 22.
Em seguida, o Brasil conseguiu impor o seu ritmo, mantendo-se sempre à frente. A aparente tranqüilidade fez as brasileiras relaxarem no set, o que resultou em uma reação adversária. Mas, depois de um tempo pedido por José Roberto Guimarães, as brasileiras reencontraram o jogo e fecharam em 25 a 21.

O quarto set foi o mais disputado e emocionante. Em vantagem no jogo, a seleção brasileira desperdiçou oportunidades de selar a vitória e acabou concedendo a virada às italianas, que fecharam em 29 a 27.

Mas o equilíbrio não chegou ao tie-break. De cara, o Brasil conseguiu abrir 5 a 0 de vantagem no placar. Na seqüência, a equipe de José Roberto Guimarães manteve o aproveitamento ofensivo e fechou com tranqüilidade em 15 a 7.

“O resultado prova que o Brasil é um time melhor do que a Itália. Elas mereceram vencer”, admitiu esportivamente o técnico italiano Marco Bonitta.

O Brasil termina a fase final do Grand Prix com quatro vitórias e apenas uma derrota. O único revés das campeãs aconteceu na quarta rodada, diante da ouro olímpica China.
Na primeira fase, o time de José Roberto Guimarães somou oito vitórias e apenas uma derrota, exatamente em confronto contra as chinesas.

O grupo campeão do Brasil no Japão é formado pelas jogadoras Marcelle, Renatinha , Jaqueline, Paula Pequeno, Valeskinha, Carol Gattaz, Fabi, Carol, Sheilla, Sassá, Raquel e Kátia.

Fonte: UOL

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560