Federação Paulista de Volleyball

FPV

Blausiegel/São Caetano garante a medalha de bronze

18 abr 2010

 


 


Fonte: CBV


 


Blausiegel/São Caetano repetiu a colocação da última temporada


 


São Paulo – A Blausiegel/São Caetano (SP) repetiu a colocação da temporada anterior e terminou com a medalha de bronze da Superliga Feminina de vôlei 09/10. Neste sábado (17.04), o time do ABC Paulista venceu o Pinheiros/Mackenzie (SP) por 3 sets a 0, parciais de 25/18, 25/21 e 25/19, em 1h24 de jogo, no ginásio Henrique Villaboin, em São Paulo.


 


O destaque da partida foi a ponteira Mari, da Blausiegel/São Caetano, com 15 acertos. A oposto Sheilla marcou 14 vezes. Pelo Pinheiros/Mackenzie, o destaque foi a central Marina, com 12 acertos.


 


“O trabalho foi positivo. Infelizmente não conseguimos quebrar a hegemonia de seis anos dos times do Rio de Janeiro e de Osasco. Mas faltou pouco nas semifinais. Naquele jogo contra a Unilever, nosso time não estava preparado para superar uma situação difícil, como foi aquela”, disse Mauro Grasso.


 


O treinador afirmou não saber ainda se ficará no comando do time para a próxima temporada. “A Blausiegel e o São Caetano ainda vão conversar. Espero que o projeto seja mantido para que novos frutos sejam colhidos”, encerrou Mauro Grasso.


 


O saque e o menor número de erros da Blausiegel/São Caetano foram essenciais para a vitória que garantiu o terceiro lugar. O time do ABC marcou cinco pontos no saque, contra dois do adversário. Enquanto o Pinheiros/Mackenzie cede 16 pontos em falhas para a Blausiegel/São Caetano, que falhou 12 vezes.


 


Pinheiros/Mackenzie evolui


 


Apesar da derrota, o time do Pinheiros/Mackenzie melhorou a colocação com relação à última temporada. O atual campeão paulista terminou em quarto lugar, superando a quinta posição da edição 08/09.


 


No entanto, a equipe da capital não conseguiu igualar a sua melhor colocação na história da Superliga, o terceiro lugar, na edição 07/08.


 


A ponteira Fernanda Garay, do Pinheiros/Mackenzie, terminou a Superliga Feminina como a maior pontuadora da competição, com 454 acertos. No entanto, a gaúcha não conseguiu superar a marca do oposto Mari, da Blausiegel/São Caetano. A campeã olímpica é a jogadora que mais pontos marcou numa única edição da Superliga. Na edição 03/04, Mari, defendendo as cores do Finasa/Osasco, acumulou 472.


 


Os últimos desafios


 


Nas semifinais, a Blausiegel/São Caetano foi eliminada por 2 jogos a 1. Depois de vencer o primeiro confronto contra a Unilever por 3 sets a 0, em São Caetano do Sul (SP), o time paulista foi para o Rio de Janeiro precisando de apenas uma vitória, mas não conseguiu. O time carioca ganhou por 3 sets a 0 e 3 sets a 2 e ficou com a vaga para a final.


 


Já o Pinheiros/Mackenzie foi desclassificado pelo Sollys/Osasco. O time da capital perdeu duas partidas consecutivas, por 3 sets a 1, e ficou de fora da decisão.


 


Campeão será conhecido neste domingo


 


Unilever (RJ) e Sollys/Osasco (SP) disputarão, neste DOMINGO (18.04), o título da Superliga Feminina. A sexta final consecutiva entre os dois times será disputada a partir das 9h45, no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. A TV Globo e o canal Sportv transmitirão o duelo ao vivo.


 


EQUIPES


 


PINHEIROS/MACKENZIE – Fabíola, Lia, Fernanda Garay, Ju Costa, Barbará e Marina. Líbero – Verê


 


Entraram – Thais, Letícia, Roberta e Cibele.


 


Técnico – Paulo Coco


 


BLAUSIEGEL/SÃO CAETANO – Fofão, Sheilla, Mari, Mariana, Juciely e Natália. Líbero – Suellen


 


Técnico – Mauro Grasso


 

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560