Federação Paulista de Volleyball

FPV

BCN VENCE AÇÚCAR UNIÃO E DECIDE EM CASA

02 nov 2003

São Paulo – O BCN/Osasco venceu o Açúcar União/São Caetano, na primeira partida das finais do Campeonato Paulista Feminino de Vôlei, por 3 a 2 (25/19, 22/25, 25/21, 22/25 e 15/8), em 2 horas e 10 minutos, na noite deste domingo, no Ginásio Milton Feijão, em São Caetano.

Com o resultado, o time de Osasco depende apenas de uma vitória em casa para chegar ao quinto título no principal torneio estadual do País, o terceiro consecutivo. As equipes voltam a se enfrentar nesta quarta-feira, às 18h, no Ginásio José Liberatti, em Osasco. Caso o São Caetano vença, a terceira partida da série será no próximo sábado, dia 8, às 18h15, no mesmo local.

Contente com a vitória, o técnico Paulo Coco destacou a vontade de duas jogadoras: a atacante Mari e a meio-de-rede Daniela. Ambas sofreram lesões durante os treinamentos na última semana e jogaram com dores contra o São Caetano.

“Posso dizer que foi um ato de heroísmo delas. É desse tipo de atitude que a gente precisa. Só achei que a equipe cometeu muitos erros, mas essa irregularidade acontece sempre com jogadoras jovens. Às vezes, elas ficam um pouco dispersas, temos de melhorar para o segundo jogo”, analisou o treinador.

A atacante Mari, destaque do BCN no torneio e no primeiro jogo das finais também gostou do desempenho da equipe, apesar dos erros. A jogadora atuou com a mão direita enfaixada, para conseguir superar uma fratura e uma ruptura de ligamento, causadas pela entorse que ela sofreu durante o treino da última terça-feira.

“É bem complicado jogar assim, espero poder evitar a cirurgia. Mal dormi durante a semana, já que tenho de acordar a cada duas horas, para passar gelo na lesão. Mas é um sacrifício que vale a pena. Acho que os times foram bem equilibrados e ganhou quem vibrou mais e errou menos”, disse Mari.

Para William Carvalho, técnico do Açúcar União/São Caetano, as finais são mais uma oportunidade para o time mostrar superação. Nas semifinais diante do Blue Life/Pinheiros, a equipe do ABC perdeu o primeiro jogo por 3 a 0 e venceu os dois seguintes. Além disso, foi a única a quebrar a invencibilidade do BCN no torneio, na última rodada do returno, em Osasco.

“Não jogamos bem desta vez, o time foi muito irregular. Mesmo assim, foi uma boa partida, digna de uma final do Paulista. Agora, vamos para cima no próximo jogo. Para mim, o vôlei é como um jogo de xadrez, você tem de agir no erro do adversário, e é assim que vamos atuar”, disse William.

Para a atacante Patrícia Cocco, capitã do São Caetano, o time vai precisar evoluir para tentar levar a série melhor-de-três para o terceiro confronto. Segundo a jogadora, o placar mostrou que as equipes estão equilibradas.

“O jogo teve muitos erros, dos dois lados, mas nós acabamos errando mais. Falhamos principalmente no passe, é um aspecto que vamos ter de melhorar para o próximo jogo. Esse placar nos deu moral, porque nós tivemos chances de ficar na frente. Agora, vamos tirar lições desse resultado e ver no que dá em Osasco”.

AÇÚCAR UNIÃO/SÃO CAETANO – Estela, Rô, Renata, Patrícia Cocco, Carol, Andréia, Flávia, Juliana, Fabiana, Paula e Stephany (líbero). Técnico: William Carvalho.

BCN/OSASCO – Ana Cristina, Mari, Luciana, Juliana, Daniela, Lígia, Danielle Lins, Deyse, Raquele, Nikolle e Verê (líbero). Técnico: Paulo Coco.

Milton Alves, José Eduardo Martins e Fábio Fleury – Local da Comunicação

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560