Federação Paulista de Volleyball

FPV

Banespa/São Bernardo tenta empatar série contra Cimed

24 mar 2006

São Bernardo do Campo (SP) – Após a apertada vitória na primeira partida das semifinais da Superliga masculina de vôlei 05/06, a Cimed (SC) vai neste sábado (25.03) ao ginásio Cidade de São Bernardo, em São Bernardo de Campo (SP), onde enfrenta o Banespa/São Bernardo (SP), atual campeão. O jogo será o segundo da série melhor de cinco partidas e começará às 21h30, com transmissão ao vivo do canal SporTV.

No primeiro jogo, em Florianópolis, a Cimed venceu por 3 sets a 2, apesar dos 31 pontos do oposto Leandrão, do Banespa/São Bernardo, maior pontuador da partida. O meio-de-rede Éder, do time catarinense, foi decisivo no tie-break e acabou recebendo o Troféu VivaVôlei de melhor jogador da partida.

O técnico do Banespa/São Bernardo, Mauro Grasso, já anunciou uma mudança na escalação da equipe. Sai o ponta Piá, vice-campeão mundial juvenil de 2005, e entra o ainda mais jovem Willian Reffatti, vice mundial infanto-juvenil no ano passado. Já o técnico Renan, da Cimed, afirmou que começará com o mesmo time que venceu a última partida.

A Cimed, que disputa sua primeira Superliga, teve a segunda melhor campanha na fase classificatória, atrás apenas do Telemig Celular/Minas (MG). Nas quartas-de-final, o time catarinense derrotou o Wizard/Campinas (SP) em dois jogos.

Já o Banespa/São Bernardo, que busca o bicampeonato da competição, fez a terceira melhor campanha na fase classificatória e eliminou nas quartas-de-final a On Line (RS) em três jogos.

Nas estatísticas oficiais da Superliga, a Cimed está em primeiro lugar em três fundamentos: ataque (35,91%), bloqueio (22,78%) e levantamento (31,73%). Individualmente, dois jogadores do time catarinense se destacam. O meio-de-rede Sidão é o mais bem posicionado no bloqueio, com 27,94%; e Bruno Rezende é o primeiro no levantamento (38,83%).

O Banespa/São Bernardo tem o maior pontuador da competição até o momento. É o oposto Leandrão, que já marcou 476 pontos – 411 de ataque, 35 de bloqueio e 30 de saque. O jogador ainda é o terceiro no ataque (34,79%) e no saque (9,35%). O meio-de-rede Alberto é o terceiro colocado no bloqueio, com 23,95% de aproveitamento. O experiente levantador Talmo, campeão olímpico nos Jogos de Barcelona/92, é o terceiro colocado no levantamento, com 33,46% de eficiência.

EXPECTATIVA DOS TÉCNICOS PARA A SEGUNDA PARTIDA DA SEMIFINAL

Mauro Grasso, técnico do Banespa/São Bernardo – “Não temos muito o que mudar em relação à primeira partida. Precisamos entrar melhor no jogo. Nos dois primeiros sets em Florianópolis jogamos muito mal. Aqui, em São Bernardo, o nosso saque entra melhor por estarmos jogando em casa, num ginásio ao qual estamos acostumados. Na sua casa, a Cimed também sacou bem e precisamos neutralizar este fundamento deles. Temos de segurar o ímpeto do adversário, não deixá-los nos pressionarem tanto quanto no último jogo. A minha única alteração na equipe vai ser a entrada do Willian no lugar do Piá para dar mais segurança no passe”.

Renan, técnico da Cimed – “É preciso prestar atenção no saque deles, que está fazendo a diferença e colocando em dificuldade todos os adversários. O Banespa/São Bernardo entra para decidir os jogos no saque. Tem sido assim desde o início da Superliga. A última partida foi bem aberta e eles poderiam ter vencido. Na fase classificatória, vencemos em São Bernardo e perdemos em Florianópolis. A responsabilidade pela vitória nesta segunda partida é deles, mas temos condições de vencer”.

EQUIPES

BANESPA/SÃO BERNARDO – Talmo, Leandrão, Willian Reffatti, Ricardo Serafim, Alberto e Michael. Líbero: Polaco.Técnico: Mauro Grasso.

CIMED – Bruno Rezende, Bob, Bruno Zanuto, Dirceu, Éder e Sidão. Líbero: Denison Técnico: Renan Dal Zotto.

Fonte: CBV

Veja também:

Rua Dr. Rafael de Barros, 596
CEP: 04003-043 - São Paulo, SP
(11) 3053-9560